Exportar registro bibliográfico

A vida após o tratamento do câncer infanto-juvenil: experiências de sobreviventes (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: WHITAKER, MARIA CAROLINA ORTIZ - EERP
  • Unidade: EERP
  • Sigla do Departamento: ERM
  • Subjects: NEOPLASIAS; SOBREVIDA; QUALIDADE DE VIDA; ENFERMAGEM PEDIÁTRICA
  • Language: Português
  • Abstract: O aumento da sobrevida ao câncer é uma realidade nos dias atuais. Diante dessa constatação, a preocupação em conhecer as repercussões dos efeitos tardios na qualidade de vida ao longo dos anos tornou-se uma das prioridades para enfermeiros que atuam na oncologia. Buscando contribuir com essa discussão, o objetivo do presente estudo é conhecer a experiência dos sobreviventes do câncer infanto-juvenil e identificar quais as repercussões da enfermidade na qualidade de suas vidas. O estudo é de natureza qualitativa, realizado com 21 sobreviventes ao câncer infanto-juvenil, em acompanhamento em um hospital escola do interior do estado de São Paulo. As técnicas utilizadas para a coleta de dados foram a entrevista e a observação, com complementação de dados clínicos obtidos nos prontuários. Os dados foram organizados ao redor de duas temáticas: experiência da doença e as repercussões na vida do sobrevivente e satisfação com a vida. Para esse estudo a qualidade de vida tem características existenciais sendo composta pelas dimensões ser, pertencer e tornar-se onde o conhecimento da experiência da enfermidade é fundamental para a compreensão do processo de sobrevivência. O primeiro tema emergiu com as recordações do processo diagnóstico-terapêutico onde os participantes pontuaram os momentos dolorosos do tratamento, mas também os positivos como os de socialização (escola, recreação). Observamos que as repercussões físicas e psicossociais do câncer infanto-juvenil estão interligadas e refletem na qualidade de vida, a depender do tipo de câncer, idade e terapêutica. A satisfação com a vida, segundo tema, incluiu a capacidade dos sobreviventes em ter uma vida normal e a visão otimista do futuro, porém, o planejamento do futuro é permeado por dúvidas e inseguranças. Mesmo frente à satisfação com a vida, algumas alterações foram identificadas: na dimensão ser, assequelas físicas e insatisfação com auto imagem; na dimensão pertencer, as dificuldades de relacionamento e inserção social e na dimensão tornar-se pelas dificuldades escolares e sentimento de insegurança com o futuro. Assim, os resultados do estudo revelam a singularidade e diversidade de fatores que interferem na qualidade de vida do sobrevivente ao câncer infanto-juvenil, destacando a necessidade de planejamentos que associem experiência do sobreviventes, conhecimento técnico dos profissionais de saúde e apoio familiar e comunitário
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.09.2010
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      WHITAKER, Maria Carolina Ortiz; LIMA, Regina Aparecida Garcia de. A vida após o tratamento do câncer infanto-juvenil: experiências de sobreviventes. 2010.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-16112010-104515/ >.
    • APA

      Whitaker, M. C. O., & Lima, R. A. G. de. (2010). A vida após o tratamento do câncer infanto-juvenil: experiências de sobreviventes. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-16112010-104515/
    • NLM

      Whitaker MCO, Lima RAG de. A vida após o tratamento do câncer infanto-juvenil: experiências de sobreviventes [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-16112010-104515/
    • Vancouver

      Whitaker MCO, Lima RAG de. A vida após o tratamento do câncer infanto-juvenil: experiências de sobreviventes [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-16112010-104515/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020