Exportar registro bibliográfico

Engenharia de tecido ósseo: avaliações in vitro e in vivo do biomaterial híbrido ácido poli-láctico-co-glicólico/fosfato de cálcio e células osteoblásticas derivadas de células-tronco (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: SICCHIERI, LUCIANA GONÇALVES - FORP
  • Unidade: FORP
  • Sigla do Departamento: 806
  • Subjects: CÉLULAS OSTEOPROGENITORA; OSTEOGÊNESE; BIOMECÂNICA
  • Language: Português
  • Abstract: Tem sido sugerido que um adequado reparo ósseo pode ser obtido por biomateriais híbridos, produzidos pela combinação de células e materiais substitutos ósseos macroporosos. O objetivo geral do presente estudo foi avaliar a aplicação do biomaterial híbrido formado pelo arcabouço de PLGA/CaP e células-tronco mesenquimais e osteoblastos derivados de medula óssea na engenharia de tecido ósseo. Para verificar qual o tamanho de poro deste arcabouço é mais adequado para este fim, foram realizados experimentos in vitro, que avaliaram a proliferação celular, atividade de fosfatase alcalina (ALP) e expressão quantitativa de genes marcadores do fenótipo osteoblástico em células cultivadas sobre os arcabouços; e in vivo, que avaliaram a formação óssea após implantação do arcabouço em defeitos ósseos críticos de calvária de ratos. Também foi avaliado o efeito do tamanho dos poros sobre o carreamento celular através da força centrifuga. Para avaliar o efeito do soro fetal bovino, utilizado na suplementação do meio de cultura celular, na resposta tecidual in vivo, arcabouços expostos ao soro foram implantados em defeitos ósseos críticos de calvária de ratos. O efeito da retirada do soro fetal bovino do meio de cultura sobre osteoblastos foi analisado através da proliferação celular, atividade de ALP, conteúdo de proteína total e mineralização. Para avaliar o efeito do estágio de diferenciação celular sobre a formação óssea, células em diferentes estágios de diferenciação osteoblástica associadas ao arcabouço de PLGA/CaP foram implantadas de forma autóloga em defeitos ósseos críticos de calvária de ratos. Arcabouços com tamanhos de poros de aproximadamente 1000 µm promovem maior diferenciação osteoblástica e melhor carreamento celular, enquanto arcabouços com poros de aproximadamente 500 µm promovem maior formação óssea e vascular in vivo. O soro fetal bovinoinfluenciou negativamente a resposta tecidual e a formação óssea. A retirada do soro fetal bovino do meio de cultura reduziu a proliferação celular e a atividade de ALP sem afetar o conteúdo de proteína total e a formação de matriz mineralizada. Células-tronco mesenquimais indiferenciadas e em fase inicial de diferenciação osteoblástica (7 dias) promoveram maior formação óssea, portanto permitiriam a obtenção de um biomaterial híbrido com maior potencial osteogênico
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.09.2010
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SICCHIERI, Luciana Gonçalves; ROSA, Adalberto Luiz. Engenharia de tecido ósseo: avaliações in vitro e in vivo do biomaterial híbrido ácido poli-láctico-co-glicólico/fosfato de cálcio e células osteoblásticas derivadas de células-tronco. 2010.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58136/tde-17092010-084425/ >.
    • APA

      Sicchieri, L. G., & Rosa, A. L. (2010). Engenharia de tecido ósseo: avaliações in vitro e in vivo do biomaterial híbrido ácido poli-láctico-co-glicólico/fosfato de cálcio e células osteoblásticas derivadas de células-tronco. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58136/tde-17092010-084425/
    • NLM

      Sicchieri LG, Rosa AL. Engenharia de tecido ósseo: avaliações in vitro e in vivo do biomaterial híbrido ácido poli-láctico-co-glicólico/fosfato de cálcio e células osteoblásticas derivadas de células-tronco [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58136/tde-17092010-084425/
    • Vancouver

      Sicchieri LG, Rosa AL. Engenharia de tecido ósseo: avaliações in vitro e in vivo do biomaterial híbrido ácido poli-láctico-co-glicólico/fosfato de cálcio e células osteoblásticas derivadas de células-tronco [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58136/tde-17092010-084425/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021