Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Avaliação sanitária das águas e areias de praias da Baixada Santista, São Paulo (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: PINTO, KARLA CRISTIANE - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HSA
  • DOI: 10.11606/D.6.2010.tde-28102010-142452
  • Subjects: VIGILÂNCIA SANITÁRIA; MICROBIOLOGIA SANITÁRIA; POLUIÇÃO AMBIENTAL (INDICADORES); POLUIÇÃO DO MAR (INDICADORES); QUALIDADE DA ÁGUA (ANÁLISE); ÁGUA DO MAR; AREIA; PRAIAS; COLIIFORMES
  • Language: Português
  • Abstract: O Brasil possui em sua área costeira grandes metrópoles onde diversas atividades humanas são desenvolvidas, podendo trazer prejuízos à qualidade das águas costeiras. O litoral de São Paulo, constituído por 16 municípios incluindo-se Cubatão, apresenta peculiaridades diferenciadas. O tipo de poluição mais encontrado na costa paulista é a poluição fecal causada por despejo de esgotos domésticos, os quais transportam organismos patogênicos cuja presença pode levar a agravos à saúde humana. O objetivo deste estudo é o de avaliar a qualidade sanitária de águas e areias de praias da Baixada Santista. Assim amostras de água e areia (úmida e seca) de três praias, como Gonzaguinha (São Vicente), Boqueirão (Santos) e Pitangueiras (Guarujá) foram coletadas com freqüência mensal pelo período de um ano nas quais foram analisados os seguintes parâmetros: coliformes termotolerantes, Escherichia coli, enterococos, e ainda Staphylococcus coagulase (+), Pseudomonas aeruginosa, Candida albicans e dermatófitos. Para a realização das análises em amostras de água utilizou-se da Técnica da Membrana Filtrante e para as amostras de areia a Técnica de Tubos Múltiplos, de acordo com Normas Técnicas CETESB e Standard Methods. Para a determinação de dermatófitos, as amostras de água foram concentradas pela Técnica de Membrana Filtrante e as amostras de areia (seca e úmida) foram analisadas pela Técnica de inoculação em superfície e, concomitantemente, pela Técnica da Isca de Cabelo.Os resultados obtidos revelaram que 95 por cento das amostras analisadas foram positivas para a presença dos indicadores de contaminação fecal, seguidos por P. aeruginosa, presente em 75 por cento das amostras. C. albicans foi o microrganismo menos freqüente (6,7 por cento) e foi detectada somente nas amostras de água. O dermatófito Microsporum sp foi detectado somente nas amostras de areia e esteve presente nas três praias. De maneira geral, o comportamento das concentrações dos microrganismos foi maior nas amostras de areia seca, independentemente dos eventos de chuva, seguidas pela areia úmida, sendo as menores concentrações observadas nas amostras de água. Concluiu-se que as concentrações dos microrganismos indicadores de poluição fecal e dos patogênicos foram elevadas nas matrizes estudadas e que é necessário dirigir esforços para a melhoria da qualidade das águas e areias, pois as condições observadas trazem preocupação à saúde dos banhistas e freqüentadores das praias.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.09.2010
  • Acesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: 10.11606/D.6.2010.tde-28102010-142452 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by-nc-sa

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PINTO, Karla Cristiane; RAZZOLINI, Maria Tereza Pepe. Avaliação sanitária das águas e areias de praias da Baixada Santista, São Paulo. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < https://doi.org/10.11606/D.6.2010.tde-28102010-142452 > DOI: 10.11606/D.6.2010.tde-28102010-142452.
    • APA

      Pinto, K. C., & Razzolini, M. T. P. (2010). Avaliação sanitária das águas e areias de praias da Baixada Santista, São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de https://doi.org/10.11606/D.6.2010.tde-28102010-142452
    • NLM

      Pinto KC, Razzolini MTP. Avaliação sanitária das águas e areias de praias da Baixada Santista, São Paulo [Internet]. 2010 ;Available from: https://doi.org/10.11606/D.6.2010.tde-28102010-142452
    • Vancouver

      Pinto KC, Razzolini MTP. Avaliação sanitária das águas e areias de praias da Baixada Santista, São Paulo [Internet]. 2010 ;Available from: https://doi.org/10.11606/D.6.2010.tde-28102010-142452


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021