Exportar registro bibliográfico

Contribuição da atenção farmacêutica ao tratamento de pacientes com doenças inflamatórias intestinais (2010)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: DEWULF, NATHALIE DE LOURDES SOUZA - FMRP
  • Unidades: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: DOENÇA DE CROHN; ENTEROPATIAS INFLAMATÓRIAS; USO DE MEDICAMENTOS; QUALIDADE DE VIDA
  • Language: Português
  • Abstract: As doenças inflamatórias intestinais (DII) - doença de Crohn e retocolite ulcerativa, são condições crônicas que, na maioria dos casos, exigem controle com terapia medicamentosa. A atenção farmacêutica (AF), definida como a provisão responsável do tratamento farmacológico, com o propósito de alcançar resultados concretos que melhorem a qualidade de vida do paciente, constitui nova forma de cuidado ao paciente, que necessita ser mais extensivamente avaliada. Este estudo teve o objetivo de avaliar a contribuição da atenção farmacêutica ao tratamento clínico de pacientes com DII em acompanhamento ambulatorial em hospital terciário. Ao longo de um ano, foi avaliado um grupo que recebeu a atenção farmacêutica (GAF; N=18) e um grupo controle (GC; N=17) não submetido aos procedimentos da AF. Os resultados da contribuição da AF foram avaliados pela comparação de diferentes variáveis entre os grupos, que foram obtidas na primeira entrevista - T(0), aos seis - T(6) e 12 - T(12) meses do estudo. Quanto aos aspectos clínicos, houve redução significativa dos índices de atividade clínica de T(6) para T(12) no GAF (mediana; variação: 2,20; 0,99 - 3,77 versus 1,90; 0,99 - 3,77; p=0,02), o que não ocorreu no GC (1,69; 0,99 3,77 versus 1,69; 0,99 - 3,48). No GAF, houve aumento significativo do percentual de pacientes mais aderentes ao tratamento medicamentoso (27,8% versus 72,2%; p<O,05), quando da avaliação por meio do teste de Morisky, mas não foram observadas diferenças (72,2% versus 88,9%) na adesão avaliada pelo cotejo entre medicamentos utilizados e prescrições registradas. Em ambas as formas de avaliação da adesão, tanto pelo teste de Morisky (41,2% versus 41,2%), quanto pelo confronto das medicações utilizadas e prescrições registradas (88,2% versus 82,4%), não foram observadas alterações no GC. Houve aumento significativo dos índices de conhecimento do paciente sobreo tratamento no GAF entre T(0) e T(12) (mediana; variação: 80%; 40%- 100% versus 100%; 100%- 100%; p=<0,0001), o que não ocorreu no GC (80%; 0 - 100% versus 80%; 60% - 100%). No que se refere a qualidade de vida, avaliada pelo instrumento SF36, houve diferenças estatisticamente significativas nos dois grupos apenas no domínio de saúde mental. No GAF, houve elevação dos escores deste domínio entre T(0) e T(12) (57,5 versus 65,3; p=0,04), o que, também ocorreu no GC (56,9 versus 67,0; p=0,01). Porém, no GAF, esta mudança ocorreu mais precocemente, de T(0) para T(6) (57,5 versus 71,1; p=<0,01). A AF possibilitou a identificação, em média, de 3,8 problemas relacionados ao medicamento por paciente, que em sua maioria foram resolvidos, com intervenções predominantemente focadas em orientações aos pacientes. Os pacientes do GAF, ao término do estudo, apresentaram alto grau de satisfação com a AF. Os resultados obtidos permitem concluir que a introdução de um programa de atenção farmacêutica a pacientes ambulatoriais com DII seguidos em hospital terciário trouxe contribuição positiva, proporcionando benefícios mensuráveis aos pacientes
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.07.2010

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DEWULF, Nathalie de Lourdes Souza; TROCON, Luiz Ernesto de Almeida. Contribuição da atenção farmacêutica ao tratamento de pacientes com doenças inflamatórias intestinais. 2010.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2010.
    • APA

      Dewulf, N. de L. S., & Trocon, L. E. de A. (2010). Contribuição da atenção farmacêutica ao tratamento de pacientes com doenças inflamatórias intestinais. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Dewulf N de LS, Trocon LE de A. Contribuição da atenção farmacêutica ao tratamento de pacientes com doenças inflamatórias intestinais. 2010 ;
    • Vancouver

      Dewulf N de LS, Trocon LE de A. Contribuição da atenção farmacêutica ao tratamento de pacientes com doenças inflamatórias intestinais. 2010 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020