Exportar registro bibliográfico

Evolução do sistema plantio direto e produção de sedimentos no Rio Grande do Sul (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: LINO, JANE SIQUEIRA - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LSN
  • Subjects: BACIA HIDROGRÁFICA; CONSERVAÇÃO DO SOLO; EROSÃO; PLANTIO DIRETO; SEDIMENTOLOGIA; USO DO SOLO; RIO GRANDE DO SUL
  • Language: Português
  • Abstract: Conciliar as crescentes demandas da produção agrícola com a garantia da produtividade do solo exige decisões rápidas e apoiadas em informação confiável acerca de impactos esperados. Compreender o efeito de grandes dinâmicas de alteração do uso do solo sustenta decisões futuras quanto à implementação de práticas sustentáveis de manejo. O presente estudo objetivou avaliar a dinâmica da produção de sedimentos no Rio Grande do Sul em conseqüência da evolução do plantio direto a partir da modelagem em larga escala de dados secundários acesso público. Primeiramente, a validade da aplicação de um modelo de predição de erosão em larga escala foi testada no estado de São Paulo com variáveis exógenas relativas a bacias hidrográficas. À exceção da adoção de práticas de conservação, os demais fatores da Equação Universal de Perda de Solo foram calculados e espacializados em Sistemas de Informações Geográficas. Os dados de perda de solo foram combinados com parâmetros ligados a forma das bacias hidrográficas, sua declividade, a ocorrências de represamentos e matas ciliares; e usados como variáreis explicativas da carga de sedimentos nos rios através de modelos de regressão multivariada. A produção de sedimentos foi correlacionada à perda de solo estimada e à presença de grandes reservatórios nos terços inferiores das bacias (R²=0,55). Na aplicação do modelo testado, a perda de solo esteve diretamente relacionada ao uso da terra, concentrando altas taxas de erosão nas áreas ocupadas por agricultura de cultivos anuais. A partir da comprovação do método, este pôde ser utilizado na avaliação do efeito da mudança no manejo do solo em larga escala ocorrida no Rio Grande do Sul a partir da década de 80. Impulsionado por uma complexa estrutura social favorável, o Sistema Plantio Direto (SPD) foi amplamente adotado no estado. O fator coberturado solo, que engloba uso e manejo foi obtido através dos Censos Agropecuários e monitoramentos estaduais da área de SPD dos anos de 1985, 1996 e 2006. Vinte e nove bacias hidrográficas foram determinadas a partir de estações sedimentométricas e separadas em agrícolas e de pastagem. A proporção de área agrícola determina o efeito do SPD no controle da erosão na bacia. A produção de sedimentos não variou nas áreas com pastagem e foi menor que a produção nas bacias agrícolas nos anos de 1985 e 1996. Nas áreas agrícolas, a produção de sedimentos diminuiu em 1996 e em 2006, quando se igualou à produção das bacias com pastagem. A adoção do SPD apresentou uma redução média na carga de sedimentos de 82%, valor próximo da redução das taxas de erosão testada em experimentos com plantio direto. O método sugerido permitiu a compreensão da distribuição espacial da erosão e sua dinâmica temporal em função do uso da terra. Modelos como este podem subsidiar a tomada de decisão, com potencial para avaliação de serviços ambientais fornecidos pelos agricultores, ferramentas determinantes na disseminação de práticas conservacionistas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.09.2010
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LINO, Jane Siqueira; SPAROVEK, Gerd. Evolução do sistema plantio direto e produção de sedimentos no Rio Grande do Sul. 2010.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-17092010-181206/ >.
    • APA

      Lino, J. S., & Sparovek, G. (2010). Evolução do sistema plantio direto e produção de sedimentos no Rio Grande do Sul. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-17092010-181206/
    • NLM

      Lino JS, Sparovek G. Evolução do sistema plantio direto e produção de sedimentos no Rio Grande do Sul [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-17092010-181206/
    • Vancouver

      Lino JS, Sparovek G. Evolução do sistema plantio direto e produção de sedimentos no Rio Grande do Sul [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-17092010-181206/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021