Exportar registro bibliográfico

Farmacovigilância: monitorização intensiva de vancomicina em pacientes hospitalizado (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: NETTO, MAIRA UMEZAKI DE QUEIROZ - FCFRP
  • Unidade: FCFRP
  • Sigla do Departamento: S/D
  • Subjects: FARMACOVIGILÂNCIA; PACIENTES INTERNADOS (MONITORAMENTO); ANTIBIÓTICOS
  • Keywords: monitorização intensiva; vancomicina; intensive monitoring; pharmacovigilance; vancomycin
  • Language: Português
  • Abstract: Os eventos adversos, devido à grande ocorrência, são considerados um importante problema de saúde pública além de elevarem os custos com a saúde. Dessa forma, existe a necessidade de um sistema eficiente de farmacovigilância para prevení-los sendo a monitorização intensiva uma excelente estratégia para se alcançar este objetivo, pois permite a identificação e o conhecimento dos eventos adversos, além de medir sua incidência e melhorar as notificações voluntárias. Por esta razão, o presente estudo propôs a avaliação deste método em eventos adversos relacionados ao antimicrobiano vancomicina. As informações coletadas, provenientes dos bancos de dados e dos prontuários do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCFMRP-USP), são referentes aos pacientes internados no hospital em tratamento com vancomicina no período de 01/09/2008 a 31/08/2009. Identificou-se 1719 tratamentos de 1302 usuários. Destes tratamentos, 521 foram excluídos por serem profiláticos. A idade média dos 1198 pacientes monitorados foi de 39,33 (±27,66) anos e 58,68% pertenciam ao gênero masculino. Os diagnósticos infecciosos prevalentes para o tratamento com vancomicina foram pneumonia (18,95%), sepse (11,19%) e infecção relacionada a cateter (10,27%) com período médio de duração do tratamento de 11,47 (±7,79) dias geralmente na dose de 2000 mg ao dia (35,98%). Foram identificados indicadores de eventos adversos em 85,81% dos tratamentos, sendo a incidência de eventos adversos de 7,18%. A incidência de reações adversas (RAM) foi de 5,93% e de erros de medicação 2,57%. A causalidade das RAM foi prevalentemente provável (49,29%) e a gravidade moderada (54,93%). As RAM foram essencialmente do tipo B (81,69%) e os erros de medicação relativos à prescrição (87,10%). A comparação entre os grupos controle e estudo não apresentou diferenças significativas, demonstrandoa necessidade de monitorização de todos os parâmetros relacionados a eventos adversos com a vancomicina. Dessa forma, fica evidente a importância da monitorização intensiva e da presença dos farmacêuticos clínicos na equipe de saúde para melhorar a eficiência da farmacovigilância, como demonstrado por este estudo. Diante dos resultados, conclui-se que o método de monitorização intensiva utilizando base de dados e prontuários, além da participação de um farmacêutico clínico, promove o conhecimento, a avaliação e a compreensão dos eventos adversos presentes em uma instituição, permitindo a esquematização de estratégias para a sua prevenção
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.08.2010
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      QUEIROZ NETTO, Maira Umezaki de; PEREIRA, Leonardo Régis Leira. Farmacovigilância: monitorização intensiva de vancomicina em pacientes hospitalizado. 2010.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60137/tde-29032012-110351/ >.
    • APA

      Queiroz Netto, M. U. de, & Pereira, L. R. L. (2010). Farmacovigilância: monitorização intensiva de vancomicina em pacientes hospitalizado. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60137/tde-29032012-110351/
    • NLM

      Queiroz Netto MU de, Pereira LRL. Farmacovigilância: monitorização intensiva de vancomicina em pacientes hospitalizado [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60137/tde-29032012-110351/
    • Vancouver

      Queiroz Netto MU de, Pereira LRL. Farmacovigilância: monitorização intensiva de vancomicina em pacientes hospitalizado [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60137/tde-29032012-110351/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021