Exportar registro bibliográfico

Morfologia funcional das estruturas envolvidas na coleta e transporte de óleo floral por fêmeas do gênero Centris Fabricius, 1804 (Hymenoptera, Apidae: Centridini) (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: TANIGUCHI, MARIANA - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 592
  • Subjects: HYMENOPTERA; APIDAE; ÓLEOS ESSENCIAIS; INTERAÇÃO PLANTA-INSETO
  • Language: Português
  • Abstract: Abelhas coletoras de óleos florais desenvolveram cerdas especializadas nas pernas adaptadas à coleta desses lipídeos em flores com glândulas secretoras desse recurso. Nas fêmeas do gênero Centris essas cerdas se localizam nas pernas anteriores e médias, e formam pentes ou tufos de pêlos especializados na coleta e absorção dos óleos. Segundo estudos prévios, as estruturas coletoras apresentam diferentes morfologias de acordo com o tipo de glândula (elaióforo) explorado, que pode ser epitelial ou tricomático. A maioria das espécies de Centris encontra-se associada às flores com elaióforos epiteliais de Malpighiaceae. No entanto, são registradas visitas dessas abelhas em flores com elaióforos tricomáticos de Calceolariaceae, Iridaceae, Plantaginaceae e Solanaceae. No presente trabalho, foram examinadas as estruturas envolvidas na coleta e transporte de óleo floral em fêmeas de 43 espécies de Centris dos subgêneros: Aphemisia, Centris, Hemisiella, Heterocentris, Melacentris, Paracentris, Penthemisia, Ptilotopus, Trachina, Wagenknechtia e Xanthemisia, com o objetivo de verificar possíveis adaptações às flores de óleo. Foram encontrados quatro padrões morfológicos entre essas espécies. A maioria das espécies (63%) apresentou aparato coletor de óleo adaptado a coleta nos elaióforos epiteliais de Malpighiaceae, caracterizado pela presença de pentes e cerdas especializadas nas pernas anteriores e médias (arranjo four-legged). O restante das espécies apresentou modificações desse arranjo padrão, e em alguns casos, desenvolvimento de outras estruturas especializadas. As modificações mais pronunciadas foram encontradas nas espécies dos subgêneros Paracentris, Penthemisia e Wagenknechtia, e estão associadas principalmente a coleta em elaióforos tricomaticos. Espécies do subgênero Penthemisia apresentaram cerdas coletoras reduzidas associadas à perda do hábito coletor de óleonessas abelhas. As escopas das pernas posteriores, associadas ao transporte do óleo, se apresentaram semelhantes em todas as espécies. A congruência observada entre a distribuição geográfica das abelhas e das plantas de óleo dotadas com diferentes tipos de glândulas sugere o desenvolvimento e a evolução dessas cerdas entre essas espécies de Centris. Os resultados demonstram a variedade de adaptações apresentadas em Centris, que proporcionaram um aumento no espectro de flores de óleo exploradas, contribuindo para o grande sucesso ecológico apresentado pelo grupo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.07.2010

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TANIGUCHI, Mariana; SANTOS, Isabel Alves dos. Morfologia funcional das estruturas envolvidas na coleta e transporte de óleo floral por fêmeas do gênero Centris Fabricius, 1804 (Hymenoptera, Apidae: Centridini). 2010.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2010.
    • APA

      Taniguchi, M., & Santos, I. A. dos. (2010). Morfologia funcional das estruturas envolvidas na coleta e transporte de óleo floral por fêmeas do gênero Centris Fabricius, 1804 (Hymenoptera, Apidae: Centridini). Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Taniguchi M, Santos IA dos. Morfologia funcional das estruturas envolvidas na coleta e transporte de óleo floral por fêmeas do gênero Centris Fabricius, 1804 (Hymenoptera, Apidae: Centridini). 2010 ;
    • Vancouver

      Taniguchi M, Santos IA dos. Morfologia funcional das estruturas envolvidas na coleta e transporte de óleo floral por fêmeas do gênero Centris Fabricius, 1804 (Hymenoptera, Apidae: Centridini). 2010 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021