Exportar registro bibliográfico

Participação, processo civil e defesa do meio ambiente no direito brasileiro (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: MIRRA, ALVARO LUIZ VALERY - FD
  • Unidade: FD
  • Sigla do Departamento: DPC
  • Subjects: PROCESSO CIVIL; MEIO AMBIENTE; AÇÃO CIVIL; JURISDIÇÃO CIVIL; TUTELA JURISDICIONAL; COISA JULGADA; CONTRADITÓRIO; DESPESAS PROCESSUAIS
  • Language: Português
  • Abstract: A presente tese tem por objetivo analisar a participação popular na defesa do meio ambiente sob o enfoque do direito processual civil brasileiro. em que o processo civil se apresenta como instrumento capaz de viabilizar a participação pública na preservação da qualidade ambiental. Após incursão inicial pelo tema geral da participação popular na defesa do meio ambiente no contexto da democracia participativa. com indicação de seus fundamentos constitucionais e modalidades principais. passa-se ao estudo sistematizado da participação ambiental por intermédio do processo jurisdicional. fundada na garantia constitucional do acesso participativo à justiça e implementada pelo sistema de direito processual coletivo. No exame dos diversos institutos processuais. enfatiza¬ se a titularidade do poder de agir em juízo. atribuída a pessoas físicas (indivíduos e cidadãos) e entes intermediários (associações civis. sindicatos. Ordem dos Advogados do Brasil. Ministério Público e Defensoria Pública) que atuam na tutela do direito de todos ao meio ambiente. com legitimidade não só para agir como também para intervir nos processos coletivos ambientais. inclusive. em determinados casos. na condição de amicus curiae ou de partícipes em audiências públicas. Destaca-se a questão da representatividade adequada dos sujeitos legitimados - distinta da representação adequada -. restrita aos entes intermediários. uma vez que as pessoas físicas agem por direito próprio. sem relação de representação com os demais cotitulares do direito protegido. Discriminam-se os requisitos de representatividade adequada a serem preenchidos pelos legitimados ativos e a extensão do controle judicial admitido a respeito. Ressaltam-se a dimensão política da jurisdição e a expansão desta no Estado da democracia participativa. com afirmação da legitimidade política dos juízes e do Poder Judiciário para canalizar a participação pública ambiental. Analisam-se a distribuição do exercício da jurisdição. pelas regras de competência, as diversas modalidades de tutelas jurisdicionais ambientais (preventiva, de precaução. reparatória e de urgência) e o regime da coisa julgada. Cuida-se da participação pelo contraditório. em que este se apresenta ampliado e reforçado no processo coletivo ambiental. em benefício dos litigantes e dos sujeitos legitimados para intervir. impondo-se ao juiz o dever de manter permanente diálogo com os portadores em juízo do direito ao meio ambiente. Examina-se. por fim. a disciplina do custo do processo coletivo ambiental. notadamente as regras concernentes ao não adiantamento das despesas processuais. à não condenação dos demandantes nos encargos da sucumbência. salvo má-fé. e à responsabilidade mitigada dos indivíduos e entes intermediários pelos danos processuais eventualmente ocasionados. Apesar de se tratar de estudo voltado ao direito brasileiro vigente. não se desconsideram as experiências estrangeiras. nem os novos modelos de processos coletivos propostos no âmbito nacional e internacional. O resultado final da pesquisa aponta para a institucionalização. no Brasil. da participação pública ambiental mediante o processo civil e para a amplitude que tal modalidade participativa pode assumir, pesem embora algumas deficiências do modelo nacional em vigor e a necessidade de aperfeiçoamento do sistema
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.05.2010
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MIRRA, Álvaro Luiz Valery; DINAMARCO, Candido Rangel. Participação, processo civil e defesa do meio ambiente no direito brasileiro. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2137/tde-06102010-151738/?&lang=pt-br >.
    • APA

      Mirra, Á. L. V., & Dinamarco, C. R. (2010). Participação, processo civil e defesa do meio ambiente no direito brasileiro. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2137/tde-06102010-151738/?&lang=pt-br
    • NLM

      Mirra ÁLV, Dinamarco CR. Participação, processo civil e defesa do meio ambiente no direito brasileiro [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2137/tde-06102010-151738/?&lang=pt-br
    • Vancouver

      Mirra ÁLV, Dinamarco CR. Participação, processo civil e defesa do meio ambiente no direito brasileiro [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2137/tde-06102010-151738/?&lang=pt-br

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021