Exportar registro bibliográfico

Avaliação de marcadores de risco cardiovascular em portadoras de síndrome dos ovários policísticos: comparação entre uso de contraceptivo combinado isolado ou associado ao uso de metformina (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: FERNANDES, JANAINA BOLDRINI FRANÇA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RGO
  • Subjects: SÍNDROME DO OVÁRIO POLICÍSTICO; DISPOSITIVOS ANTICONCEPCIONAIS; DOENÇAS CARDIOVASCULARES; RISCO
  • Language: Português
  • Abstract: OBJETIVO: A síndrome dos ovários policísticos (SOP) é associada a disfunções metabólicas que podem contribuir para o aumento do risco de doença cardiovascular. O objetivo deste estudo é comparar o efeito de um contraceptivo oral combinado (COC) isolado ou associado com metforrnina sobre os marcadores de risco cardiovascular nas portadoras desta síndrome. MATERIAIS E MÉTODOS: Trata-se de um ensaio clínico randomizado, aberto e controlado. As pacientes estavam sem qualquer tratamento hormonal há pelo menos dois meses e nenhuma delas tinha qualquer doença sistêmica. Cinquenta portadoras de SOP foram randomizadas para uso de 30 ‘mü’g de etinilestradiol / 2mg de acetato de clormadinona por dia ou para 3º ‘mü’g de etinilestradiol / 2mg de acetato de clormadinona associado à metformina 875mg por dia e avaliadas por 12 meses. Foram avaliados pela ultrassonografia os marcadores da estrutura e função endotelial (medida da dilatação mediada por fluxo da artéria braquial, medida da espessura da intima-média, índice de rigidez da carótida) e o volume ovariano. As medidas antropométricas avaliadas foram o peso, o indice de massa corpórea, a cintura, a pressão arterial sistólica (PAS) e diastólica (PAD). Além disto, foram avaliados os marcadores séricos de risco cardiovascular: lipidograma (lipoproteina de alta densidade - HDL, triglicérides - TG, colesterol total - CT e lipoproteina de baixa densidade LDL), insulina e glicémia basal, índice para resistência à insulina (Homeostasis model assessmentinsulin resistance) - HOMA, proteína C reativa (PCR), leucograma, interleucina-6 (ILHA), fator de necrose turnoral (TNFa) , te sto sterona total, globulina c arreadora de hormôni os sexuai s (sex hormone binding globulin) - SHBG, indice de androgênios livre (FAI) RESULTADOS: Em relação às variáveis clinicas, houve aumento de PAS nas usuárias de COC associado à metformina emrelação às usuárias de COC isolado no periodo de zero a seis meses (p=0,02), porém em 12 meses, a PAS não se diferiu entre os grupos. Em relação aos marcadores ecográficos de risco cardiovascular, apenas o índice de rigidez da artéria carótida apresentou diferença entre os grupos. Este índice reduziu-se nas usuárias de COC isolado em relação às usuárias de COC associado à metfoi^Tnina na comparação de zero a seis meses e na de zero com 12 meses (p=0,04, de zero a seis meses e p=0,02, de zero a 12 meses). Em relação às variaveis séricos no período de zero a seis meses, obtivemos diferença significativa no nível de glóbulos brancos (reduziu no grupo com COC associado à metformina em comparação ao grupo de COC isolado, com p=0,01). Os níveis de LDL e TNF apresentaram redução nas usuárias de COC associado à metformina na comparação de zero a 12 meses (p=0,02 e p<0,01, respectivamente). Houve aumento no grupo de COC isolado nos níveis de colesterol total e de SHBG na comparação de zero a seis meses e de zero a 12 meses para o primeiro (p=0,03 e p=0,0 1 ) e na comparação de zero a seis meses para o segundo (p=0,04). O nível de testosterona total reduziu significativamente no grupo com COC isolado em comparação ao grupo COC associado à metformina no período de zero a seis meses e de zero a 12 meses (p<0,01 nos dois intervalos), e, na comparação de seis a 12 meses aumentou nas usuárias de COC associado à metformina em comparação às usuárias de COC isolado (p=0,01). As demais variaveis não se diferiram entre os grupos. CONCLUSÃO: O uso do COC contendo 30 ,~g de etinilestradiol e 2mg de acetato de clormadinona reduziu a rigidez arterial em portadoras de SOP. A adição da metformina em baixas doses ao COC não determinou benefícios sobre a função e estrutura arterial de mulheres com SOP. Em termos de marcadores séricos de risco cardiovascular a metforminafoi relevante somente na diminuição dos níveis de LDL, de TNF e atenuação do incremento de TG produzido pelo COC
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.05.2010

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FERNANDES, Janaína Boldrini França; MACEDO, Carolina Sales Vieira. Avaliação de marcadores de risco cardiovascular em portadoras de síndrome dos ovários policísticos: comparação entre uso de contraceptivo combinado isolado ou associado ao uso de metformina. 2010.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2010.
    • APA

      Fernandes, J. B. F., & Macedo, C. S. V. (2010). Avaliação de marcadores de risco cardiovascular em portadoras de síndrome dos ovários policísticos: comparação entre uso de contraceptivo combinado isolado ou associado ao uso de metformina. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Fernandes JBF, Macedo CSV. Avaliação de marcadores de risco cardiovascular em portadoras de síndrome dos ovários policísticos: comparação entre uso de contraceptivo combinado isolado ou associado ao uso de metformina. 2010 ;
    • Vancouver

      Fernandes JBF, Macedo CSV. Avaliação de marcadores de risco cardiovascular em portadoras de síndrome dos ovários policísticos: comparação entre uso de contraceptivo combinado isolado ou associado ao uso de metformina. 2010 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021