Exportar registro bibliográfico

Influência da boretação com pó na resistência ao desgaste, corrosão e oxidação dos aços AISI 1060 e AISI H13 (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: HECK, STÊNIO CRISTALDO - ENG DE MATERIAI
  • Unidade: ENG DE MATERIAI
  • Subjects: CORROSÃO; DESGASTE CORROSIVO; AÇO INOXIDÁVEL
  • Language: Português
  • Abstract: Neste trabalho estudou-se o efeito do tratamento de boretação na resistência ao desgaste, corrosão e oxidação dos aços AISI 1060 e AISI H13. As amostras dos aços foram boretadas com pó a 900 e 1000°C por 2 e 4 horas. Foram realizados ensaios de microdesgaste em máquina do tipo esfera fixa, sem uso de abrasivos, nas amostras boretadas e não boretadas. A resistência à corrosão, das amostras boretadas e não boretadas, em HCI O.lM foi avaliada por ensaios de polarização potenciodinâmica. Ensaios de oxidação do tipo quase-isotérmica foram realizados nas amostras, utilizando temperatura de 550°C ao ar. Para todas as condições de tratamento empregadas foram formadas camadas de boretos com elevadas durezas sobre os substratos. As propriedades das camadas como dureza, espessura, morfologia da interface camada/substrato e as fases presentes, foram influenciadas pelas composições dos aços. No caso do aço AISI H13, que possui maior quantidade de elementos de liga, as camadas formadas foram mais duras, menos espessas, com interface lisa, e para todas as condições de tratamento foram formadas os compostos de boro 'Fe POT.2B', FeB e CrB. Já no aço AISI 1060 as interfaces camada/substrato foram do tipo dentada e para a temperatura de boretação de 900°C apenas a fase 'Fe POT.2B' foi formada, aparecendo o FeB a partir da temperatura de boretação de 1000°C. A resistência ao desgaste, corrosão e oxidação dos aços boretados aumentou significativamente, sendo que em relação ao desgaste, os melhores resultados foram obtidos com as amostras boretadas a 1000°C. Quanto à oxidação, os dois aços boretados a 900°C por 2h apresentaram os melhores desempenhos, e quanto à corrosão, os parâmetros do tratamento de boretação não influenciaram significativamente os desempenhos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.07.2010
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      HECK, Stênio Cristaldo; CASTELETTI, Luiz Carlos. Influência da boretação com pó na resistência ao desgaste, corrosão e oxidação dos aços AISI 1060 e AISI H13. 2010.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/88/88131/tde-06012011-091204/?&lang=pt-br >.
    • APA

      Heck, S. C., & Casteletti, L. C. (2010). Influência da boretação com pó na resistência ao desgaste, corrosão e oxidação dos aços AISI 1060 e AISI H13. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/88/88131/tde-06012011-091204/?&lang=pt-br
    • NLM

      Heck SC, Casteletti LC. Influência da boretação com pó na resistência ao desgaste, corrosão e oxidação dos aços AISI 1060 e AISI H13 [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/88/88131/tde-06012011-091204/?&lang=pt-br
    • Vancouver

      Heck SC, Casteletti LC. Influência da boretação com pó na resistência ao desgaste, corrosão e oxidação dos aços AISI 1060 e AISI H13 [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/88/88131/tde-06012011-091204/?&lang=pt-br


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021