Exportar registro bibliográfico

Análise proteômica do saco vitelino de bovinos (2009)

  • Authors:
  • Autor USP: GALDOS, ALVARO CARLOS RIVEROS - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VCI
  • Subjects: ELETROFORESE; BOVINOS; EMBRIÃO DE ANIMAL; PROTEÍNAS
  • Language: Português
  • Abstract: O saco vitelino desempenha um importante papel no desenvolvimento embrionário de todos os mamíferos. Sua função está sendo estudada, demonstrando ser um dos lugares iniciais da hematopoiese. No período em que a placenta verdadeira ainda não esta formada, durante o desenvolvimento embrionário, o saco vitelino é a principal fonte de nutrição do embrião, constituindo um sitio de transferência e síntese de proteínas. As proteínas são moléculas que governam praticamente todas as funções celulares e são do ponto de vista químico as moléculas biológicas estruturalmente mais complexas. A proteômica é o estudo em grande escala de proteínas de uma amostra biológica complexa. O objetivo deste trabalho foi realizar a analise estrutural e bioquímica inicial das proteínas presentes no saco vitelino de embriões bovinos por eletroforese bidimensional 2D-PAGE. A partir dos géis obtidos em 2D-PAGE as amostras de proteínas contidas no saco vitelino de 37 dias de gestação apresentaram cerca de 1230 proteínas, e os géis das amostras de 23 dias de gestação apresentaram cerca de 970 proteínas. O saco vitelino de 23 dias apresentou proteínas essenciais diferencialmente expressas nos estágios de desenvolvimento, como Hemogen, proteína expressa neste estagio, responsável pelo controle da proliferação e diferenciação de células hematopoiéticas; a proteína Glicoproteína-N-acetilgalactosamina 3-beta-galactosiltransferase-1, envolvida nos processos de angiogênese, trombopoiese e no desenvolvimento dahomeostase nos rins; a proteína fator de transcrição Corion-especifico (GCMa) fator de transcrição necessário para o desenvolvimento da placenta. Enqueanto que o saco vitelino de 37 dias apresentou proteinas essenciais deste estágio como a apolipoproteína E (APOE) que medeia à ligação, inter-sinalização e catabolismo das partículas de lipoproteína, podendo servir como uma ligação para o receptor de LDL (apo B/E) e para receptores específicos de apo-E dos tecidos hepáticos durante a embriogênese. Estas proteinas serão de vital importância para o desenvolvimento do embrião até a formação da placenta.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.08.2009
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GALDOS, Alvaro Carlos Riveros; MIGLINO, Maria Angélica. Análise proteômica do saco vitelino de bovinos. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-02032010-105017/ >.
    • APA

      Galdos, A. C. R., & Miglino, M. A. (2009). Análise proteômica do saco vitelino de bovinos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-02032010-105017/
    • NLM

      Galdos ACR, Miglino MA. Análise proteômica do saco vitelino de bovinos [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-02032010-105017/
    • Vancouver

      Galdos ACR, Miglino MA. Análise proteômica do saco vitelino de bovinos [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-02032010-105017/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021