Exportar registro bibliográfico

O universo contraditório dos cuidados posturais em crianças: representações sociais de profissionais de saúde, professores, funcionários, familiares e alunos em torno das postura humana (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: GUAZZELLI, MARIA ELISABETE - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HSP
  • Subjects: CORPO HUMANO; POSTURA; CULTURA; CONHECIMENTOS, ATITUDES E PRÁTICA
  • Language: Português
  • Abstract: Os cuidados posturais têm despertado progressivo interesse, tanto nos meios acadêmicos e técnicos quanto nas diferentes mídias. Recebe especial atenção quando relacionados à abordagem postural na criança em idade escolar. No entanto, é possível observar inúmeras controvérsias nos discursos técnicos sobre a postura humana, onde se percebe a presença de valores culturais e sociais misturados a conceitos de natureza anatômica e funcional. Os índices apresentados para avaliação de boa postura são frágeis e confusos, dependendo, inúmeras vezes, de conceitos pessoas do examinador. Objetivos: Esse trabalho pretendeu investigar representações sociais em torno do corpo que geram a preocupação com os desvios posturais na criança, bem como identificar os diferentes discursos em torno da postura humana, além de discutir as representações sociais dos adultos frente ao corpo, que desencadeiam a idéia de intervenção postural no ambiente escolar e evidenciar as contradições presentes nos discursos médicos, pedagógicos e estéticos em torno da postura humana. Métodos: Na tentativa de atingir esses objetivos foi feita uma revisão bibliográfica analisando os discursos médicos em torno da postura e algumas questões associadas ao aumento das preocupações com o corpo, radicalizadas nos dias atuais. A partir desses pressupostos teóricos foram analisados discursos associados à postura junto à população. Foram ouvidos 57 profissionais da área de saúde, incluindo nesse grupo fisioterapeutas, quiropráxicos, médicos, enfermeiros, fonoaudiólogos, psicólogos, além de acadêmicos dos cursos de fisioterapia, enfermagem equiropraxia, 33 professores e funcionários de escolas de primeiro e segundo grau de escolas públicas e particulares, 27 familiares de crianças e adolescentes, incluindo nesse grupo pais, mães, avós e tios, além de 12 alunos de escolas de segundo graus. Esses sujeitos moram, estudam e trabalham na Grande São Paulo: em Osasco, Guarulhos, Mauá, Santo André, São Paulo, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul. Usou-se como recurso metodológico uma abordagem qualitativa conhecida como Discurso do Sujeito Coletivo. Resultados: Observou-se que os discursos técnicos em torno da postura surgiram em resposta a uma demanda social que marcou a passagem do Antigo Regime – o regime aristocrático, para o Novo Regime – a organização do Estado, atendendo a necessidades criadas mais pela lógica de produção e mercado do que propriamente por questões anátomo-funcionais e clínicas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.12.2005

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GUAZZELLI, Maria Elisabete; BICUDO PEREIRA, Isabel Maria Teixeira. O universo contraditório dos cuidados posturais em crianças: representações sociais de profissionais de saúde, professores, funcionários, familiares e alunos em torno das postura humana. 2005.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.
    • APA

      Guazzelli, M. E., & Bicudo Pereira, I. M. T. (2005). O universo contraditório dos cuidados posturais em crianças: representações sociais de profissionais de saúde, professores, funcionários, familiares e alunos em torno das postura humana. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Guazzelli ME, Bicudo Pereira IMT. O universo contraditório dos cuidados posturais em crianças: representações sociais de profissionais de saúde, professores, funcionários, familiares e alunos em torno das postura humana. 2005 ;
    • Vancouver

      Guazzelli ME, Bicudo Pereira IMT. O universo contraditório dos cuidados posturais em crianças: representações sociais de profissionais de saúde, professores, funcionários, familiares e alunos em torno das postura humana. 2005 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021