Exportar registro bibliográfico

Infecção congênita pelo Herpesvírus humano tipo 6 (HHV-6): determinação da prevalência pela detecção do DNA viral (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: FRIGORI, CARLA BERTOLINI - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RPP
  • Subjects: HERPESVIRUS 6 HUMANO; RECÉM-NASCIDO; SALIVA; SANGUE; DNA VIRAL
  • Language: Português
  • Abstract: O Herpesvírus humano tipo 6 (HHV-6) pertence à subfamília Betaherpesvirinae, a mesma do citomegalovirus (CMV), que é considerado o agente causal mais freqüente de infecção congênita no homem. Pouco é conhecido sobre a prevalência da infecção congênita pelo HHV-6, especialmente no Brasil. Também ainda não está bem estabelecido se a infecção congênita por este vírus é causa de doença no período neonatal e se cursa com alguma seqüela futura como a surdez neurossensorial, a exemplo do CMV. Ainda, dados sobre excreção do HHV-6 na saliva e na urina de crianças com infecção congênita permitiria conhecer se a replicação deste vírus é prolongada como ocorre em crianças infectadas congenitamente pelo CMV. Os objetivos deste estudo consistiram em estimar a prevalência da infecção congênita pelo HHV-6 em recém-nascidos (RN) atendidos no HCFMRP-USP, descrever as características clínicas ao nascimento das crianças identificadas como infectadas e verificar a persistência da excreção do HHV-6 na saliva e na urina durante o seguimento. Delineou-se um estudo descritivo de prevalência através de uma triagem neonatal desta infecção. Foram incluídos recém-nascidos atendidos no HCFMRP-USP, a termos ou pretermos, nascidos consecutivamente e com quaisquer características clínicas ao nascer, após a obtenção do consentimento informado materno. A infecção congênita pelo HHV-6 foi definida pela detecção do DNA viral na saliva e no sangue capilar pela reação em cadeia da polimerase (PCR) na primeira semana de vida. Amostras seqüenciais de urina e saliva foram coletadas das crianças infectadas congenitamente pelo HHV-6 durante o seguimento para verificação da persistência da excreção vital nestes sítios. Dos 1127 recém-nascidos incluídos no estudo, foram processadas 2254 amostras de saliva, sendo obtidas duas amostras de saliva de cada RN ao nascimento. Do total dos1127 RN, 927 (82,25%) tiveram também uma amostra de sangue capilar processada para detecção do DNA do HHV6. A detecção do DNA do HHV-6 foi observada na saliva e no sangue capilar em 6 recém nascidos; portanto, a prevalência da infecção congênita pelo HHV-6 foi de 0,53% (IC de 95%: 0,21-1,10). Com exceção de uma criança, todas as crianças identificadas como portadoras da infecção congênita pelo HHV-6 eram assintomáticas ao nascimento. A viruria não foi observada em 33% destas crianças. A persistência da excreção do HHV-6 na urina e na saliva destas crianças ocorreu até a mediana da idade de seguimento de 5,5 meses (com variação de 5 a 9 meses). A prevalência de infecção congênita pelo HHV-6 não diferiu das relatadas em estudos prévios em diferentes populações de outros países e é similar à taxa de prevalência de 1% de infecção congênita pelo CMV em nosso meio. A maioria destas crianças infectadas congenitamente não apresentou sinais clínicos ao nascer. A replicação deste vírus nestas crianças é prolongada, a exemplo do que ocorre com as crianças infectadas congenitamente pelo CMV
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 05.04.2010

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FRIGORI, Carla Bertolini; YAMAMOTTO, Aparecida Yulie. Infecção congênita pelo Herpesvírus humano tipo 6 (HHV-6): determinação da prevalência pela detecção do DNA viral. 2010.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2010.
    • APA

      Frigori, C. B., & Yamamotto, A. Y. (2010). Infecção congênita pelo Herpesvírus humano tipo 6 (HHV-6): determinação da prevalência pela detecção do DNA viral. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Frigori CB, Yamamotto AY. Infecção congênita pelo Herpesvírus humano tipo 6 (HHV-6): determinação da prevalência pela detecção do DNA viral. 2010 ;
    • Vancouver

      Frigori CB, Yamamotto AY. Infecção congênita pelo Herpesvírus humano tipo 6 (HHV-6): determinação da prevalência pela detecção do DNA viral. 2010 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021