Exportar registro bibliográfico

Prática profissional dos enfermeiros da estratégia Saúde da Família nos grupos de caminhada de São Paulo (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: MARQUES, VITOR HUGO AMENDOLA - EE
  • Unidade: EE
  • Sigla do Departamento: ENS
  • Subjects: PROMOÇÃO DA SAÚDE; ATIVIDADE FÍSICA; PRÁTICA PROFISSIONAL; ENFERMAGEM; SAÚDE DA FAMÍLIA
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: No Brasil, o Ministério da Saúde desenvolve estratégias para intervir nos condicionantes das doenças crônicas não transmissíveis por meio da incorporação das Práticas Complementares e Integrativas em Saúde no SUS. Dentre estas práticas, se destacam os grupos de caminhada (GC) por seguirem os preceitos da Promoção da Saúde, contemplando, sobretudo, a autonomia dos profissionais e população. Estas práticas visam complementar as ações clínicas das Equipes de Saúde da Família (ESF) e os enfermeiros têm grande potencial para incorporar esta ação à sua prática profissional. Objetivo: Caracterizar a inserção e a prática dos enfermeiros nos grupos de caminhada (GC) das Unidades com ESF de São Paulo. Metodologia: Foram entrevistados 27 enfermeiros que participavam dos GC, utilizando-se instrumentos de caracterização do GC, da prática profissional do enfermeiro no GC e para avaliação do nível de conhecimento sobre Atividade Física para Promoção da Saúde (AF/PS) com o instrumento padronizado do Programa Agita São Paulo. O tratamento estatístico dos dados foi realizado utilizando-se os programas Excel® e SPSS. Resultados: Dentre as Unidades com ESF, 95 tinham GC, sendo que 38 eram organizados por enfermeiros. Na média, os GC tinham duração de 48 minutos e aconteciam 3 vezes por semana. A maioria dos enfermeiros (55%) afirmou avaliar os usuários para inclusão no GC e em 40% dos grupos a caminhada era precedida por avaliação clínica. Quanto ao nível de conhecimento (NC) sobre AF/PS nenhum entrevistado acertou todas as questões em relação à intensidade, frequência semanal, duração e modo de execução diária para AF/PS, 40% acertaram apenas uma questão e 22% não acertou nenhuma. Conclusão: Apesar da inserção privilegiada dos enfermeiros para fortalecer ações de promoção da saúde na ESF o NC dos enfermeiros sobre AF/PS mostrou-se inadequado, indicando a necessidade deprocessos de educação continuada voltadas para a incorporação desses conceitos. Em relação aos GC nas Unidades de Saúde, sugere-se a elaboração de guias que norteiem as ações dos profissionais envolvidos tanto no aspecto instrumental quanto gerencial
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.06.2010
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MARQUES, Vitor Hugo Amendola; CHIESA, Anna Maria. Prática profissional dos enfermeiros da estratégia Saúde da Família nos grupos de caminhada de São Paulo. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7141/tde-28062010-120026/ >.
    • APA

      Marques, V. H. A., & Chiesa, A. M. (2010). Prática profissional dos enfermeiros da estratégia Saúde da Família nos grupos de caminhada de São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7141/tde-28062010-120026/
    • NLM

      Marques VHA, Chiesa AM. Prática profissional dos enfermeiros da estratégia Saúde da Família nos grupos de caminhada de São Paulo [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7141/tde-28062010-120026/
    • Vancouver

      Marques VHA, Chiesa AM. Prática profissional dos enfermeiros da estratégia Saúde da Família nos grupos de caminhada de São Paulo [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7141/tde-28062010-120026/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021