Exportar registro bibliográfico

Práticas assistenciais neonatais no controle da dor pós-operatória (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: OLIVEIRA, ANGELICA ARANTES SILVA DE - EE
  • Unidade: EE
  • Sigla do Departamento: ENP
  • Subjects: DOR (AVALIAÇÃO;MEDICAMENTOS); CIRURGIA; ANALGESIA; RECÉM-NASCIDO
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: O tratamento da dor pós-operatória neonatal é um desafio aos profissionais de saúde. A dor pós-operatória é causada por trauma tissular do procedimento cirúrgico, pela manipulação de dispositivos invasivos instalados para monitorar os sinais vitais e auxiliar na recuperação do neonato, dentre outras causas. Objetivo: Descrever as práticas assistenciais de controle da dor pós-operatória neonatal implementadas em uma unidade de terapia intensiva neonatal de um hospital escola situado na cidade de São Paulo. Método: Estudo transversal retrospectivo realizado na Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais com 43 recém-nascidos no período pós-operatório, internados entre julho de 2008 a junho de 2009. Os dados das primeiras 72 horas pós-operatórias foram obtidos dos prontuários e do instrumento Controle da Dor Pós-Operatória Neonatal. No instrumento, a enfermeira registra a avaliação da dor, sua ocorrência, tratamento farmacológico e não-farmcológico; foi instituído visando a proporcionar controle sistematizado, alívio da dor e conforto. Resultados: Dos 43 neonatos inclusos no estudo, cinco foram submetidos a mais de uma cirurgia no período neonatal precoce, totalizando 50 intervenções cirúrgicas analisadas. A maioria dos neonatos, 55,8%, nasceu a termo, apresentou média de 5,9 dias de idade cronológica e média de peso de 2.495,6 gramas na data da cirurgia. Os diagnósticos pré-operatórios mais frequentes foram os relacionados às anomalias do sistema digestório: gastrosquise (41,8%) e atresia de esôfago (18,6%). Mantinham três ou mais dispositivos instalados no pós-operatório imediato (POI) 84,0% neonatos, no primeiro pós-operatório (1ºPO) 86,0%, e no segundo pós-operatório (2ºPO) 79,2% neonatos. O procedimento de aspiração da cânula orotraqueal e das vias aéreas superiores foi realizado em 78,0% dos neonatos no POI, em 64,0% dos neonatos no 1ºPO e em 50,0% dosneonatos no 2ºPO. As frequências de ocorrência da dor pós-operatória, com indicação de analgesia (pontuação CRIES 5) foram verificadas em 50,0% dos neonatos no POI, em 40,0% dos neonatos no 1º PO e, em 27,0% dos neonatos no 2ºPO. Fármacos analgésicos foram administrados em 96,0%, 98,0% e 89,6% dos neonatos durante os POI, 1ºPO e 2ºPO, respectivamente. Dipirona intravenosa intermitente foi administrada de forma isolada ou associada a outro analgésico em 86,0%, 90,0% e 81,2% neonatos nos POI, 1ºPO e 2ºPO, respectivamente. A todos os neonatos foram proporcionadas medidas não-farmacológicas isoladas ou combinadas, visando a prevenir ou aliviar a dor. O aninhamento foi o método de escolha, em especial, nos POI e 1ºPO. A ocorrência da dor aguda foi identificada (pontuação NIPS 3) antes e após procedimentos invasivos e verificou-se intensificação da resposta dolorosa. Conclusão: A ocorrência da dor foi observada no pós-operatório a despeito do uso de analgésicos. Os resultados sugerem que, além da sistematização das avaliações da dor, a utilização de protocolos de analgesia farmacológica e não-farmacológica, no período pós-operatório neonatal, constituem medidas necessárias
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.06.2010
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Angelica Arantes Silva de; KIMURA, Amélia Fumiko. Práticas assistenciais neonatais no controle da dor pós-operatória. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7141/tde-23062010-093943/ >.
    • APA

      Oliveira, A. A. S. de, & Kimura, A. F. (2010). Práticas assistenciais neonatais no controle da dor pós-operatória. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7141/tde-23062010-093943/
    • NLM

      Oliveira AAS de, Kimura AF. Práticas assistenciais neonatais no controle da dor pós-operatória [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7141/tde-23062010-093943/
    • Vancouver

      Oliveira AAS de, Kimura AF. Práticas assistenciais neonatais no controle da dor pós-operatória [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7141/tde-23062010-093943/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020