Exportar registro bibliográfico

Estudo comparativo das condições clínicas de adultos, idosos e muito idosos internados em unidade de terapia intensiva (2010)

  • Authors:
  • USP affiliated author: OLIVEIRA, VERONICA CUNHA RODRIGUES DE - EE
  • School: EE
  • Sigla do Departamento: ENC
  • Subjects: INDICADORES DE MORBI-MORTALIDADE; FATORES ETÁRIOS (ESTUDO COMPARATIVO); UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA; ADULTOS; IDOSOS
  • Language: Português
  • Abstract: Ao se considerar o aumento da expectativa de vida da população e a possibilidade da influência da idade na resposta ao cuidado intensivo, este estudo teve como objetivo: comparar as características e a evolução clínica de pacientes adultos, idosos e muito idosos admitidos em UTI, segundo comorbidades, insuficiências orgânicas, procedência, tempo de internação, condição de saída, unidade de destino e readmissão na UTI, além da gravidade e evolução, conforme o Simplified Acute Physiology Score (SAPS II) e o Logistic Organ Dysfunction Score (LODS). Prospectivamente foram analisados pacientes adultos internados em quatro UTI gerais de hospitais públicos e privados, localizados no Município de São Paulo. A casuística compôs-se de 279 pacientes categorizados como adultos (18 e < 60 anos), 216 idosos ( 60 e < 80 anos) e 105 muito idosos ( 80 anos), totalizando 600 indivíduos. Os dados coletados foram referentes as primeiras e últimas 24 horas de permanência na UTI e a evolução da gravidade, segundo o SAPS II e o LODS, foi analisada considerando a diferença do risco de morte calculado pelos índices entre o primeiro e último dia de internação do paciente na unidade. Os resultados mostraram maior frequência de indivíduos do sexo masculino (56,50%), procedentes do Centro Cirúrgico (36,06%) ou Pronto-Socorro/Atendimento (35,39%) e com antecedentes relacionados às doenças do aparelho circulatório (56,17%). A média do risco de morte do SAPS II e do LODS na admissão foi de 25,50 e 21,43 e, na alta, de 23,14 e 20,73, respectivamente e a taxa de mortalidade na UTI de 20%. Quanto à análise comparativa dos grupos, diferenças entre todos foram observadas nas variáveis procedência e comorbidades relacionadas às doenças do aparelho circulatório. Os adultos diferiram dos idosos e dos muito idosos em relação à presença das comorbidades associadas às doenças endócrinas, nutricionais emetabólicas e relacionadas aos aparelhos respiratório e geniturinário, quanto à insuficiência renal segundo LODS, unidade de destino, risco de morte calculado pelo SAPS II e LODS na admissão e alta da UTI, além da evolução, conforme o SAPS II no grupo dos sobreviventes. Houve diferença significativa entre adultos e idosos em relação ao antecedente de neoplasias, número de insuficiências orgânicas, segundo o LODS, e mortalidade. Entre adultos e muito idosos, só em relação à presença de doenças do sistema nervoso, como comorbidade, e evolução do SAPS II na amostra total. Como conclusão, os resultados apontaram para pouca diferença nas características clínicas e na evolução de idosos e muito idosos; o mesmo não foi observado em relação aos adultos que mostraram características clínicas e evolução em vários aspectos diferentes em relação aos outros dois grupos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 31.05.2010
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Veronica Cunha Rodrigues de; SOUSA, Regina Marcia Cardoso de. Estudo comparativo das condições clínicas de adultos, idosos e muito idosos internados em unidade de terapia intensiva. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-23062010-100139/ >.
    • APA

      Oliveira, V. C. R. de, & Sousa, R. M. C. de. (2010). Estudo comparativo das condições clínicas de adultos, idosos e muito idosos internados em unidade de terapia intensiva. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-23062010-100139/
    • NLM

      Oliveira VCR de, Sousa RMC de. Estudo comparativo das condições clínicas de adultos, idosos e muito idosos internados em unidade de terapia intensiva [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-23062010-100139/
    • Vancouver

      Oliveira VCR de, Sousa RMC de. Estudo comparativo das condições clínicas de adultos, idosos e muito idosos internados em unidade de terapia intensiva [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-23062010-100139/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022