Exportar registro bibliográfico

Imunidade humoral e resistência à reinfecção em cães infectados por Babesia canis e tratados com dipropionato de imidocarb (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: HAGIWARA, MITIKA KURIBAYASHI - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Subjects: DOENÇAS DO SANGUE EM ANIMAL (TRATAMENTO); FORMAÇÃO DE ANTICORPOS; BABESIIDAE; BABESIOSE; CÃES (IMUNOLOGIA)
  • Language: Português
  • Abstract: de anticorpos e pico (título = 2560) no 48° dia p.i., e nos cães tratados o pico do título de anticorpos ocorreu no 21° dia p.i. (título= 800), declinando gradativamente a partir de então. Decorridos 180 dias, o título médio de anticorpos dos cães não tratados era de 640, enquanto o dos animais tratados era de 80, no momento do desafio (p<0,001). Após a reinfecção, os animais do grupo A apresentaram parasitemia, ) trombocitopenia e esplenomegalia mais discretas do que na primo-infecção, enquanto nos cães do grupo B foram observadas discreta esplenomegalia e queda do hematócrito. Houve ascensão gradativa do título de anticorpos alcançando o título de 1600 em ambos os grupos de cães, no vigésimo-primeiro dia. O tratamento com dipropionato de imidocarb foi eficaz na eliminação do hemoparasito, interrompendo o estímulo antigênico e, conseqüentemente, a instalação de imunidade mais consistente e duradoura, tornando os animais suscetíveis à reinfecção mais precocemente. A gradativa queda do título de anticorpos e a resposta humoral, após o desafio em ambos os grupos de cães, indicam ser a imunidade humoral de curta duração e provavelmente mantida, em condições naturais, por repetidos estímulos antigênicos representados pela inoculação do parasita pelo Rhipicephalus sanguineus, mais do que pela manutenção do estado de premuniçãoA imunidade desenvolvida em cães após a infecção inicial por Babesia canis torna-os mais resistentes a infecções futuras. Com o escopo de avaliar a eficácia do tratamento da infecção antes do desenvolvimento de imunidade ou se o declínio da imunidade humoral toma os cães suscetíveis à reinfecção, 10 cães, machos e fêmeas, de cinco a seis meses de idade, foram infectados por B. canis e acompanhados clínica e laboratorialmente durante 180 dias. Cinco dos cães (grupo A) foram tratados no 15° e 27° dias pós-infecção (p.i.) com dipropionato de imidocarb (Imizol® Schering Plough-Coopers), em dose esterilizante (7mg/Kg) e os demais permaneceram como controles infectados (grupo B). Decorridos seis meses da primo-infecção os cães foram submetidos ao desafio, com a inoculação intravenosa de sangue contendo o parasita (4mL - 2,6x'10 POT. 8' hemácias parasitadas) e acompanhados durante 21 dias. Todos os animais foram submetidos a exames clínicos e laboratoriais: hemograma, contagem de plaquetase determinação do título de anticorpos (por meio da técnica de imunofluorescência indireta) periódicos, durante o período de seis meses e posteriormente ao desafio. Febre e parasitemia, além de trombocitopenia e esplenomegalia, foram as principais alterações clínicas e laboratoriais observadas e que cederam prontamente 24 horas após o tratamento com o dipropionato de imidocarb. No grupo de animais não tratados, em que a infecção transcorreu naturalmente, observou-se aumento gradual do título
  • Imprenta:
  • Source:
    • Título do periódico: Vet News
    • Volume/Número/Paginação/Ano: v. 11, n. 68, p. 4-6, mar./abr. 2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BRANDÃO, Leonardo Pinto; HAGIWARA, Mitika Kuribayashi. Imunidade humoral e resistência à reinfecção em cães infectados por Babesia canis e tratados com dipropionato de imidocarb. Vet News, Cotia, v. 11, n. 68, p. 4-6, 2004.
    • APA

      Brandão, L. P., & Hagiwara, M. K. (2004). Imunidade humoral e resistência à reinfecção em cães infectados por Babesia canis e tratados com dipropionato de imidocarb. Vet News, 11( 68), 4-6.
    • NLM

      Brandão LP, Hagiwara MK. Imunidade humoral e resistência à reinfecção em cães infectados por Babesia canis e tratados com dipropionato de imidocarb. Vet News. 2004 ; 11( 68): 4-6.
    • Vancouver

      Brandão LP, Hagiwara MK. Imunidade humoral e resistência à reinfecção em cães infectados por Babesia canis e tratados com dipropionato de imidocarb. Vet News. 2004 ; 11( 68): 4-6.


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021