Exportar registro bibliográfico

Risco e retorno de investimento em citros no Brasil (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: ADAMI, ANDREIA CRISTINA DE OLIVEIRA - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LES
  • Subjects: ANÁLISE DE RISCO; CITRICULTURA; INVESTIMENTOS; LARANJA
  • Language: Português
  • Abstract: A citricultura brasileira é vista como atividade razoavelmente rentável no longo prazo, mas caracterizada por preocupante nível de risco. Este trabalho buscou avaliar a rentabilidade e o risco da atividade, sugerindo como forma de melhor gerenciá-los a provisão de recursos. A análise que confronta risco e retorno da atividade utiliza o método do Valor Presente Líquido - VPL. A identificação dos principais fatores (fontes de risco) responsáveis pela variabilidade do fluxo de caixa foi feita através da análise das contas do fluxo de caixa da atividade e pela estimação do modelo de auto- regressão vetorial de previsão para definir as distribuições conjuntas desses preços. As distribuições de probabilidade para a produtividade nos 19 anos de vida útil do pomar foram definidas através do teste de ajustamento de Kolmogorov-Smirnov. Utilizando o modelo do VPL foram simulados 10.000 possíveis valores para os fatores de risco que substituídos nas contas do fluxo de caixa geraram 10.000 possíveis valores de rentabilidade para a atividade. A análise do investimento no pomar de laranja mostrou que os principais fatores de risco para a citricultura são os preços recebidos pela fruta, os preços pagos pelos insumos e a produtividade das plantas. O investimento se apresentou viável economicamente para uma taxa real de desconto de 4% ao ano, com 0,01% de chances de se obter VPL<0; já, para uma taxa de desconto de 6% ao ano há 16% de chances de se obter VPL<0; e, para uma taxa de desconto de 8% ao ano, o investimento passa a ser inviável economicamente apresentando apenas 3% de chances de se obter VPL>0. Embora a rentabilidade média esperada tenha se apresentado remuneradora (6,6% ao ano), o produtor poderá necessitar de recursos para suportar os anos que apresentarem fluxo de caixa negativo. Para gerenciar os riscos do projeto, foram sugeridos dois procedimentos parao cálculo da provisão, um baseado no risco de VPL<0 e outro na distribuição das receitas líquidas acumuladas capitalizadas negativas. O valor a ser provisionado para que o produtor fique protegido contra 95% dos possíveis déficits de caixa representa 17% do montante a ser aplicado nos 3 primeiros anos do projeto. Porém, o montante a provisionar depende dos recursos que o investidor disponha-se a aplicar a mais no projeto ou qual o limite de crédito com que ele pode contar para cobrir suas deficiências de caixa
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.04.2010
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ADAMI, Andréia Cristina de Oliveira; BARROS, Geraldo Sant Ana de Camargo. Risco e retorno de investimento em citros no Brasil. 2010.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11132/tde-24052010-110330/ >.
    • APA

      Adami, A. C. de O., & Barros, G. S. A. de C. (2010). Risco e retorno de investimento em citros no Brasil. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11132/tde-24052010-110330/
    • NLM

      Adami AC de O, Barros GSA de C. Risco e retorno de investimento em citros no Brasil [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11132/tde-24052010-110330/
    • Vancouver

      Adami AC de O, Barros GSA de C. Risco e retorno de investimento em citros no Brasil [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11132/tde-24052010-110330/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021