Exportar registro bibliográfico

Efeito do Alendronato na progressão da periodontite induzida pela Porphyromonas gingivalis. Estudo em ratos (2009)

  • Authors:
  • Autor USP: STORRER, CARMEN LUCIA MUELLER - FO
  • Unidade: FO
  • Sigla do Departamento: ODE
  • Subjects: PERIODONTITE; EXPERIMENTOS ANIMAIS; PORPHYROMONAS GINGIVALIS
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste estudo foi investigar na literatura o efeito do Alendronato (ALN) na inibição da perda óssea alveolar numa periodontite experimental em ratos. A periodontite foi induzida pela inoculação oral do P. gingivalis associado ao F. nucleatum durante 4 semanas em ratos Wistar (N = 80). Os grupos foram divididos em CN (N=10): Controle Negativo, CP (N=10): Controle Positivo (infectado), T8 (N=10): ALN por 8 semanas, T12 (N=10): ALN por 12 semanas, T16 (N=10): ALN por 16 semans, C8 (N=10): placebo por 8 semanas, C12 (N=10): placebo por 12 semanas e C16 (N=10): ALN por 16 semanas. Depois da periodontite estabelecida, 2mg/kg de ALN ou placebo foi administrado a cada 2 dias na semana. A perda óssea foi determinada pela análise morfo e histológica. Um examinador independente, cegado e previamante calibrado (CIC:0,91) realizou as medidas. Morfométrica: a distância da junção esmalte cemento até a crista óssea alveolar (JEC-COA) do segundo molar inferior esquerdo foi realizada com auxílio de uma lupa (20x) em diferentes superfícies do dente. Disto-vestibular (d), furca (f), mesiovestibular (h) e área. A histometria foi realizada no segundo molar contra-lateral. Foram realizados cortes (6Mm) para medida da área óssea (MAO) na furca (ex. 1195Mm região a baixo da furca e entre as raizes). Após análise estaística (teste de Mann-Whitney and Kruskal-Wallis), o grupo CP desenvolveu periodontite após inoculação do Pg e Fn (p<0,0001). A análise morfométrica mostrou que o tratamanto com o ALN foi estatísticamante efetivo no grupo de 8 semanas nas medidas d, f e h (p<0,05). Não houve diferença estatística entre os grupos T8xT12xT16 (p=0,002)Na análise da MAO não houve diferênça estatistica entre os grupos do ALN e placebo em 8 e 16 semanas (p>0.05). ALN foi efetivo contra perda óssea na MAO em 12 semanas de tratamanto (p<0,0001). Segundo a metodologia utilizada, os resultados deste estudo sugerem que a administração via oral do Alendronato pode inibir a perda ossea alveolar em ratos submetidos a periodontite experimenta
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.08.2009

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      STORRER, Carmen Lucia Mueller; ROMITO, Giuseppe Alexandre. Efeito do Alendronato na progressão da periodontite induzida pela Porphyromonas gingivalis. Estudo em ratos. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.
    • APA

      Storrer, C. L. M., & Romito, G. A. (2009). Efeito do Alendronato na progressão da periodontite induzida pela Porphyromonas gingivalis. Estudo em ratos. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Storrer CLM, Romito GA. Efeito do Alendronato na progressão da periodontite induzida pela Porphyromonas gingivalis. Estudo em ratos. 2009 ;
    • Vancouver

      Storrer CLM, Romito GA. Efeito do Alendronato na progressão da periodontite induzida pela Porphyromonas gingivalis. Estudo em ratos. 2009 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020