Exportar registro bibliográfico

O cotidiano dos funcionários de um Instituto Médico Legal frente à morte: uma leitura a partir da bioética personalista (2009)

  • Authors:
  • Autor USP: KÖHLER, ISABEL CRISTINA CARSTENS - FO
  • Unidade: FO
  • Sigla do Departamento: ODS
  • Subjects: ATITUDES FRENTE À MORTE; BIOÉTICA; MEDICINA LEGAL; CADÁVER
  • Language: Português
  • Abstract: Trata-se de uma pesquisa qualitativa que buscou compreender a vivência dos trabalhadores no universo do Instituto Médico Legal (IML) de Londrina \2013 Pr. Teve por objetivos analisar as experiências dos funcionários no IML com morte, identificar os desafios advindos e as percepções sobre a humanização no cotidiano do processo de trabalho em seu ambiente profissional. O referencial teórico adotado foi a Bioética Personalista. Para a coleta de dados optou-se por utilizar a entrevista semiestruturada. A saturação das entrevistas foi atingida com a participação de 12 profissionais do Instituto Médico Legal, incluindo representantes de todos os segmentos funcionais. As entrevistas foram realizadas de abril de 2008 a março de 2009. Para a construção das categorias empíricas foi utilizada a análise de conteúdo proposta por Bardin. Esta análise seguindo um ordenamento conceitual conduziu à definição de três categorias temáticas: (1) o objeto do trabalho no Instituto Médico Legal; (2) a experiência do trabalhador do Instituto Médico Legal com morte e; (3) o cotidiano no processo de trabalho no Instituto Médico Legal. As três categorias versam sobre o processo de trabalho dos funcionários do Instituto Médico Legal de Londrina, cujas atividades laborativas são interdisciplinares. Nela estão incluídas as características do trabalho pericial em cadáveres, a representação do cadáver enquanto objeto de trabalho e os sentimentos vividos pelos funcionários em atuação. O cadáver enquanto objeto de trabalho foi percebido como uma pessoa num corpo calado, resultado de escolhas de vida e como membro de uma família. A família do cadáver também foi percebida como um objeto de trabalho, na perspectiva do atendimento e acolhimento que esta necessita neste momento de morte abrupta, em suas diferentes formas de reaçãoA segunda categoria versa sobre as percepções do fato da morte em si; seus significados agrupados nas dimensões biológica, religiosa e filosófica e; os sentimentos vivenciados frente ao final da vida. A terceira categoria abrange as características do processo de trabalho pericial e os sentimentos frente a esta prática. Emergem nas características do processo pericial os aspectos legais, o desconhecimento social, a repercussão pública, a ignorância do resultado final, as situações inesperadas e inusitadas, o trabalho em equipe e a carga laborativa. Entre os sentimentos surgem a tristeza, a compaixão, a dor, o medo, a surpresa, a exaustão, a impotência, a realização profissional e o resgate como ser humano. Nesse trabalho insurgiram desafios enquanto pessoas e enquanto profissionais técnicos, no atendimento pericial tanto às vítimas como aos familiares, no momento de morte. Resultados deste estudo evidenciam que os funcionários do IML são impelidos ao resgate de suas crenças e valores enquanto pessoas, desde o momento em que, conceituam morte, recordam-se de suas vivências, trabalham em equipe, relacionam-se com o cadáver e com os familiares deste
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.12.2009
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      KÖHLER, Isabel Cristina Carstens; RAMOS, Dalton Luiz de Paula Ramos. O cotidiano dos funcionários de um Instituto Médico Legal frente à morte: uma leitura a partir da bioética personalista. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23148/tde-28052010-123423/?&lang=pt-br >.
    • APA

      Köhler, I. C. C., & Ramos, D. L. de P. R. (2009). O cotidiano dos funcionários de um Instituto Médico Legal frente à morte: uma leitura a partir da bioética personalista. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23148/tde-28052010-123423/?&lang=pt-br
    • NLM

      Köhler ICC, Ramos DL de PR. O cotidiano dos funcionários de um Instituto Médico Legal frente à morte: uma leitura a partir da bioética personalista [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23148/tde-28052010-123423/?&lang=pt-br
    • Vancouver

      Köhler ICC, Ramos DL de PR. O cotidiano dos funcionários de um Instituto Médico Legal frente à morte: uma leitura a partir da bioética personalista [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23148/tde-28052010-123423/?&lang=pt-br

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021