Exportar registro bibliográfico

Aplicação do ultrassom para avaliação de cavidades intra-ósseas, em mandíbulas de porco (2010)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FERREIRA, THáSIA LUIZ DIAS - FO
  • Unidades: FO
  • Sigla do Departamento: ODE
  • Subjects: ULTRASSONOGRAFIA; RADIOLOGIA ODONTOLÓGICA
  • Language: Português
  • Abstract: O ultrassom é rotineiramente utilizado para avaliação de tecidos moles, contudo é um método que possui características importantes para avaliação não somente destes tecidos, mas dos ósseos também, além de possuir recursos diferenciais que auxiliariam muito no planejamento do tratamento e do prognóstico; embasados nessa premissa analisamos a possibilidade de avaliação de alterações intra-ósseas, por meio do ultrassom. A amostra foi constituída por cinco mandíbulas de porco, maceradas, e avaliadas nas regiões dos terceiros molares (tanto do lado direito quanto do esquerdo, totalizando 10 avaliações), por possuírem nessa região uma cripta óssea expressiva, o que simularia uma lesão intra-óssea. Para as avaliações ultrassonográficas dois grupos de três observadores foram formados, sendo um de CirurgiõesDentistas (Radiologistas) e outro de Médicos (Ultrassonografistas), os quais avaliaram, individualmente, a facilidade de visualização da imagem obtida por meio da ultrassonografia, bem como também o grau de translucidez do osso. Sendo que 46,6% das avaliações feitas pelos Cirurgiões-Dentistas foram ponderadas como de fácil visualização, 13,3% foram considerados de média dificuldade para avaliação, contra 23,3% que foram classificadas como de difícil localização, contudo 16,6% não foram possíveis de serem observadas. Os médicos classificaram como de fácil visualização 43,3% das ultrassonografias avaliadas, 23,3% como de média dificuldade, 20% de difícil observação e não conseguiram visualizar em 13,3% da amostra. Após avaliar os resultados encontrados e embasados na revisão da literatura foi possível concluir que: é possível se avaliar cavidades intraósseas por meio da ultrassonografia, contudo, para isso é necessário que a cortical óssea, por onde o feixe de ondas ultrassônicas vai penetrar, esteja adelgaçada; o US é um método imaginológico de fácil execução einterpretação, uma vez que os Cirurgiões- Dentistas que não tinham acesso, nem familiaridade, com este recurso imaginológico, conseguiram não só utilizá-lo, mas também compreender suas imagens, contudo em um grau discretamente menor em relação ao grupo formado por Médicos Ultrassonografistas, o que pode ser justificado por uma maior experiência por parte desses profissionais; mais estudos devem ser conduzido a fim de se explorar mais os benefícios e as vantagens que o US pode oferecer na área Odontológica
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.03.2010

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FERREIRA, Thásia Luiz Dias; FREITAS, Claudio Froes de. Aplicação do ultrassom para avaliação de cavidades intra-ósseas, em mandíbulas de porco. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23139/tde-22052010-095235/ >.
    • APA

      Ferreira, T. L. D., & Freitas, C. F. de. (2010). Aplicação do ultrassom para avaliação de cavidades intra-ósseas, em mandíbulas de porco. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23139/tde-22052010-095235/
    • NLM

      Ferreira TLD, Freitas CF de. Aplicação do ultrassom para avaliação de cavidades intra-ósseas, em mandíbulas de porco [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23139/tde-22052010-095235/
    • Vancouver

      Ferreira TLD, Freitas CF de. Aplicação do ultrassom para avaliação de cavidades intra-ósseas, em mandíbulas de porco [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23139/tde-22052010-095235/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020