Exportar registro bibliográfico

A influência da obstrução das vias aéreas superiores na determinação do tipo facial (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: FREIRE-MAIA, BELINI AUGUSTO VILLALBA - FO
  • Unidade: FO
  • Sigla do Departamento: ODO
  • Subjects: OBSTRUÇÃO DAS VIAS RESPIRATÓRIAS; CAVIDADE NASAL; DESENVOLVIMENTO FÍSICO
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo neste trabalho foi de analisar a geometria nasal, a nasofaringe e a orofaringe, em crianças respiradoras orais com indicação de cirurgia desobstrutiva das vias aéreas superiores, e verificar a existência de uma possível influência direta da respiração na determinação do tipo facial. Foram avaliadas 657 crianças e, dentre elas, foram selecionadas 75, que se submeteram a avaliação otorrinolaringológica por meio de exames clínico, de radiografia cavum e/ou nasofibroscopia, e com as quais ficaram evidenciadas as obstruções das vias aéreas superiores com indicação cirúrgica. Ao final 41 crianças (21 do gênero masculino e 20 do feminino), entre 6,16 e 14,66 anos de idade, brasileiras, leucodermas, sem história de tratamento ortodôntico ou otorrinolaringológico cirúrgico (remoção de tonsilas faringeanas, palatinas, ou estruturas internas da cavidade nasal), aceitaram participar do estudo. Foram obtidas telerradiografias em norma lateral para a determinação do tipo facial e realizado o exame de rinometria acústica para a obtenção da área transversal mínima da cavidade nasal. A análise estatística dos dados (ANOVA, Razão de Verossimilhanças, análises de variâncias com medidas repetidas com dois fatores, comparações múltiplas de Bonferroni, teste Kruskal- Wallis; com nível de significância de 5%) e a interpretação dos resultados obtidos não mostraram diferença estatisticamente significativa na área total em MCA1 e MCA2 entre os tipos faciais (p > 0,05). Além disso, a obstrução das tonsilas faringeanas e palatinas avaliadas separadamente ou combinadas não variou estatisticamente segundo os tipos faciais (p = 0,582 para tonsila faringeana e p = 0,733 para tonsila palatina; e p = 0,925 quando combinadas). Conclui-se que, no presente estudo, não foi encontrada evidência de que a obstrução das vias aéreas superiores tenha influência determinante na definição do tipofacial
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.04.2010
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FREIRE-MAIA, Belini Augusto Villalba; PAIVA, João Batista de. A influência da obstrução das vias aéreas superiores na determinação do tipo facial. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23151/tde-22052010-101301/ >.
    • APA

      Freire-Maia, B. A. V., & Paiva, J. B. de. (2010). A influência da obstrução das vias aéreas superiores na determinação do tipo facial. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23151/tde-22052010-101301/
    • NLM

      Freire-Maia BAV, Paiva JB de. A influência da obstrução das vias aéreas superiores na determinação do tipo facial [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23151/tde-22052010-101301/
    • Vancouver

      Freire-Maia BAV, Paiva JB de. A influência da obstrução das vias aéreas superiores na determinação do tipo facial [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23151/tde-22052010-101301/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020