Exportar registro bibliográfico

O efeito disposição e suas motivações comportamentais: um estudo com base na atuação de gestores de fundos de investimento em ações (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: LUCCHESI, EDUARDO POZZI - FEA
  • Unidade: FEA
  • Sigla do Departamento: EAD
  • Subjects: FINANÇAS DAS EMPRESAS; AÇÕES; MERCADO DE CAPITAIS
  • Language: Português
  • Abstract: O efeito disposição, originalmente proposto por Shefrin e Statman (1985), preconiza que os investidores tendem a vender ações com lucro em um curto período de tempo e manter ações com prejuízo por um longo período de tempo. A despeito da ampla gama de evidências sobre o assunto, as razões que levariam os investidores a manifestar esse viés comportamental ainda é motivo de uma controvérsia importante entre motivações racionais e comportamentais. Neste trabalho, o objetivo foi testar duas motivações comportamentais concorrentes para explicar o efeito disposição: a teoria perspectiva e o viés da reversão à média. Para cumprir esse objetivo, foi feita uma análise das transações mensais de compra e venda de uma amostra de 51 fundos de investimento em ações brasileiros, no período de 2002 a 2008. A análise envolveu a estimação de dois modelos de regressão de variável dependente qualitativa. O primeiro consistiu em um modelo logit binário cujo propósito foi determinar a probabilidade de um gestor realizar um ganho ou uma perda de capital em razão de variáveis de retorno das ações. O segundo foi um modelo logit ordenado cujo objetivo foi verificar a existência de uma relação entre as variáveis de retorno e o volume monetário vendido das ações. Em ambos os modelos, os parâmetros estimados para as variáveis de retorno das ações foram interpretados como um coeficiente de disposição, sendo que a proposição desse coeficiente consistiu na principal contribuição da pesquisa. Os resultados dos modelos estimados trouxeram evidências de que a teoria perspectiva parece permear o processo decisório dos gestores dos fundos analisados. Já no caso da hipótese de que o efeito disposição é decorrente do viés da reversão à média, não foi possível corroborá-la com base nos resultados aqui relatados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.05.2010
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LUCCHESI, Eduardo Pozzi; SECURATO, Jose Roberto. O efeito disposição e suas motivações comportamentais: um estudo com base na atuação de gestores de fundos de investimento em ações. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-26052010-114534/ >.
    • APA

      Lucchesi, E. P., & Securato, J. R. (2010). O efeito disposição e suas motivações comportamentais: um estudo com base na atuação de gestores de fundos de investimento em ações. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-26052010-114534/
    • NLM

      Lucchesi EP, Securato JR. O efeito disposição e suas motivações comportamentais: um estudo com base na atuação de gestores de fundos de investimento em ações [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-26052010-114534/
    • Vancouver

      Lucchesi EP, Securato JR. O efeito disposição e suas motivações comportamentais: um estudo com base na atuação de gestores de fundos de investimento em ações [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-26052010-114534/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021