Exportar registro bibliográfico

Tratamento eletroquímico de resíduos industriais contendo misturas de fenol e formaldeído (2009)

  • Authors:
  • Autor USP: FORNAZARI, ANA LUIZA DE TOLEDO - IQSC
  • Unidade: IQSC
  • Subjects: Formaldeido; EFLUENTES; RESÍDUOS INDUSTRIAIS; ELETROQUÍMICA
  • Language: Português
  • Abstract: Neste trabalho é apresentado o estudo da degradação eletroquímica de fenol, formaldeído e misturas de fenol-formaldeído sobre ânodos dimensionalmente estáveis (ADE). Foi utilizado um ADE comercial (composição nominal Ti/Ti0,7Ru0,3O2), em uma célula eletroquímica de compartimento único sob agitação constante. As concentrações utilizadas nas misturas de fenol-formaldeído foram similares às concentrações encontradas no efluente fornecido pela indústria de resinas fenólicas Schenectady Crios, localizada na cidade de Rio Claro, SP. No final do trabalho também foi feita a degradação eletroquímica do efluente industrial com os melhores parâmetros. O recobrimento do ADE foi caracterizado por Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV) e análises de Energia Dispersiva de Raios X (EDX). A caracterização eletroquímica foi feita por voltametria cíclica na ausência e na presença das substâncias orgânicas sob estudo. Durantes as eletrólises, a degradação das substâncias inicialmente presentes em solução foi verificadas por análises de Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (CLAE) e Carbono Orgânico Total (COT). Os subprodutos formados (ácido fórmico, benzoquinona, hidroquinona, catecol e resorcinol) também foram identificados e quantificados por CLAE.Cálculos de estimativa do consumo energético também foram realizados para cada eletrólise. Foram variados os seguintes parâmetros: as densidades de corrente aplicadas, o controle da temperatura das soluções durante as eletrólises, o pH e as concentrações iniciais de fenol e formaldeído contidas nas soluções. O decaimento das concentrações das substâncias orgânicas apresenta uma cinética de pseudo primeira ordem. Observou se que quanto maior a densidade de corrente aplicada, maior é a taxa de remoção de COT, porém o consumo energético também é maior. Não se obteve a mineralização total do poluente, porém foi possível atingir uma remoção de aproximadamente 90% de COT para as soluções contendo apenas formaldeído, aplicando uma densidade de corrente de 40 mA cm-2 durante 2 horas de eletrólise. Foi possível a identificação e a quantificação dos subprodutos presentes nas soluções e no efluente industrial. As degradações eletroquímicas realizadas sem o controle da temperatura das soluções obtiveram um consumo energético menor e maior remoção de COT
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.12.2009
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FORNAZARI, Ana Luiza de Toledo; MOTHEO, Artur de Jesus. Tratamento eletroquímico de resíduos industriais contendo misturas de fenol e formaldeído. 2009.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75131/tde-04032010-085811/ >.
    • APA

      Fornazari, A. L. de T., & Motheo, A. de J. (2009). Tratamento eletroquímico de resíduos industriais contendo misturas de fenol e formaldeído. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75131/tde-04032010-085811/
    • NLM

      Fornazari AL de T, Motheo A de J. Tratamento eletroquímico de resíduos industriais contendo misturas de fenol e formaldeído [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75131/tde-04032010-085811/
    • Vancouver

      Fornazari AL de T, Motheo A de J. Tratamento eletroquímico de resíduos industriais contendo misturas de fenol e formaldeído [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75131/tde-04032010-085811/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021