Exportar registro bibliográfico

Imunogenicidade de doses dobradas da vacina contra o vírus da hepatite B em pacientes cirróticos em lista de espera para transplante de fígado: estudo clínico randomizado (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: BONAZZI, PATRICIA RODRIGUES - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MIP
  • Subjects: VACINAS VIRAIS; HEPATITE B; CIRROSE HEPÁTICA; TRANSPLANTE DE FÍGADO
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: A vacina contra o vírus da hepatite B é recomendada a todos os pacientes cirróticos, por outra etiologia, em lista de espera para transplante de fígado. Entretanto, a resposta vacinal descrita nesta população é inferior à da população de adultos imunocompetentes. Estratégias para aumentar sua imunogenicidade são discutidas na literatura, como a aplicação de doses dobradas, recomendada a populações de imunodeprimidos. Neste estudo, foi comparada a resposta à vacina contra o vírus da hepatite B de um esquema com doses simples a um com doses dobradas, e avaliada a influência de outros fatores associados à resposta vacinal no cirrótico em lista de espera para transplante de fígado. MÉTODO: Desenvolveu-se um estudo clínico, prospectivo, randomizado, entre outubro de 2006 e setembro de 2008. Adotando-se intervalo de confiança de 95% e poder de 80%, o cálculo da amostra resultou em 103 pacientes em cada grupo. Estimou-se uma perda de 10%, resultando em 113 pacientes a receber o esquema 0, 1, 2 e 6 meses com dose simples, e 113 a receber esquema semelhante com dose dobrada. As vacinas utilizadas foram Euvax e Butang. A imunogenicidade da vacina foi avaliada através da dosagem do anti-HBs após a terceira e a quarta dose da vacina. RESULTADO: Foram selecionados 738 pacientes inscritos em lista de espera para transplante de fígado, e incluídos 232. Na análise de resposta vacinal após a terceira dose, não houve diferença estatisticamente significativa entre os grupos que receberam dose simples ou dobrada (35,2% x 37,2%, p = 0,8). A soroconversão global após a quarta dose foi 66,9% (85/127). Também não houve diferença entre o grupo com dose simples e dobrada após a quarta dose (64,5% x 69,2%, p = 0,57), mas ao desenvolver a análise com ajuste para alguns fatores de confusão como idade, IMC, MELD e grupo sanguíneo, encontrou-se uma razão de probabilidade desoroconversão entre os pacientes que receberam a dose dobrada de 2,57 vezes a razão entre os pacientes que receberam a dose simples. Esta diferença foi estatisticamente significante, mas o intervalo de confiança incluiu 1 (OR=2,57, IC 95%=1 até 6,63, p=0,043). Fatores como idade, IMC e grupo sanguíneo O foram preditivos de resposta vacinal após a quarta dose da vacina. CONCLUSÃO: Não houve diferença na resposta vacinal entre dose simples e dobrada no cirrótico após esquema proposto. A má resposta após o esquema acelerado (0,1 e 2 meses) não contribui para que este esquema seja adotado na prática clínica. Provavelmente, o número de doses e o intervalo entre elas têm maior relevância, em relação a dose simples ou dobrada, como estratégia para aumentar a resposta vacinal
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.04.2010
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BONAZZI, Patricia Rodrigues; ABDALA, Edson. Imunogenicidade de doses dobradas da vacina contra o vírus da hepatite B em pacientes cirróticos em lista de espera para transplante de fígado: estudo clínico randomizado. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5134/tde-07052010-150127/ >.
    • APA

      Bonazzi, P. R., & Abdala, E. (2010). Imunogenicidade de doses dobradas da vacina contra o vírus da hepatite B em pacientes cirróticos em lista de espera para transplante de fígado: estudo clínico randomizado. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5134/tde-07052010-150127/
    • NLM

      Bonazzi PR, Abdala E. Imunogenicidade de doses dobradas da vacina contra o vírus da hepatite B em pacientes cirróticos em lista de espera para transplante de fígado: estudo clínico randomizado [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5134/tde-07052010-150127/
    • Vancouver

      Bonazzi PR, Abdala E. Imunogenicidade de doses dobradas da vacina contra o vírus da hepatite B em pacientes cirróticos em lista de espera para transplante de fígado: estudo clínico randomizado [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5134/tde-07052010-150127/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021