Exportar registro bibliográfico

Suplementação com leucina não reproduz os efeitos benéficos do exercício físico sobre a adiposidade e a homeostase glicêmica de ratos após dieta hiperlipídica (2009)

  • Authors:
  • Autor USP: LEAL, FRANCISCO LEONARDO TÔRRES - NUTHUMANA
  • Unidade: NUTHUMANA
  • Sigla do Departamento: FBA
  • Subjects: ESTADO NUTRICIONAL (AVALIAÇÃO); SUPLEMENTAÇÃO ALIMENTAR; EXERCÍCIO FÍSICO; OBESIDADE (METABOLISMO)
  • Language: Português
  • Abstract: A obesidade é marcada por inúmeras alterações fisiológicas, dentre as quais estão o aumento da gordura corporal, das adipocinas secretadas pelo tecido adiposo e da resistência à insulina, podendo favorecer um estado pró-inflamatório de baixo grau. Estudos com suplementação de aminoácidos de cadeia ramificada, em especial a leucina, demonstraram que essa estratégia nutricional pode ser efetiva na prevenção da obesidade, no controle glicêmico e do perfil lipídico e na manutenção do estado nutricional protéico. Além disso, outra intervenção relevante quanto à perda e manutenção do peso corporal e do estado nutricional protéico é o treinamento físico. Porém, não existem ainda evidências de que o ganho de gordura corporal e suas complicações associadas, atribuídas a uma dieta hiperlipídica, podem ser revertidos com uma dieta suplementada com leucina associada ao treinamento. Portanto, o objetivo deste estudo foi investigar os efeitos da suplementação com leucina e do treinamento, isoladamente ou associados, sobre a composição corporal e sobre as concentrações séricas de adipocinas em ratos obesos e com resistência à insulina, causada pelo consumo de dieta hiperlipídica. Para tal foram utilizados ratos machos adultos, com 250g de peso corporal, distribuídos em dois grupos: i) Hiperlipídico (n = 7), com consumo de dieta hiperlipídica, e ii) Controle (n = 10), com consumo de ração controle (EXPERIMENTO l). No EXPERIMENTO ll, ratos com as mesmas características iniciais do EXPERIMENTO l (n = 30) consumiram dieta hiperlipídica durante 15 semanas, sendo distribuídos em 4 grupos: Referência (n = 7); Leucina (n = 8); Treinado (n = 8); Treinado-Leucina (n = 7). O consumo de dieta hiperlipídica por 15 semanas aumentou a adiposidade e o volume do adipócito, caracterizando a eficácia do modelo experimental; além disso, foi eficaz (continua)) em induzir disfunções metabólicas, como hiperglicemia e hiperinsulinemia, caracterizando um quadro de resistência à insulina nestes animais. Também pudemos caracterizar, no EXPERIMENTO l, um quadro pró-inflamatório de baixo grau, por aumentar as concentrações de TNF-\03B1 e leptina e reduzir a de adiponectina. A suplementação com leucina foi menos eficiente em reduzir a gordura corporal, quando comparado com o treinamento, que, além de reduzir a gordura da carcaça, diminuiu o volume dos adipócitos. De forma semelhante ao treinamento, a leucina conseguiu reduzir a glicemia. O treinamento de natação apresentou-se efetivo em melhorar a sensibilidade à insulina. A suplementação com leucina na ração aumentou as concentrações séricas de adiponectina, reduzidas pela dieta hiperlipídica. O treinamento de natação apresentou efeito reversível nas concentrações de TNF-\03B1. As concentrações de leptina foram revertidas após a mudança da dieta de hiperlipídica para normolipídica,sendo estes efeitos não associados à suplementação com leucina ou ao treinamento. A partir dos resultados obtidos neste estudo, conclui-se que a leucina não reproduziu os efeitos benéficos na adiposidade e na homeostase da glicose. Contudo, este aminoácido consegue favorecer a síntese de adiponectina. Os resultados ressaltam a necessidade de estudos que avaliem o efeito da suplementação da leucina durante processos de obesidade ou não
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.09.2009

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TORRES-LEAL, Francisco Leonardo; TIRAPEGUI, Júlio. Suplementação com leucina não reproduz os efeitos benéficos do exercício físico sobre a adiposidade e a homeostase glicêmica de ratos após dieta hiperlipídica. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.
    • APA

      Torres-Leal, F. L., & Tirapegui, J. (2009). Suplementação com leucina não reproduz os efeitos benéficos do exercício físico sobre a adiposidade e a homeostase glicêmica de ratos após dieta hiperlipídica. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Torres-Leal FL, Tirapegui J. Suplementação com leucina não reproduz os efeitos benéficos do exercício físico sobre a adiposidade e a homeostase glicêmica de ratos após dieta hiperlipídica. 2009 ;
    • Vancouver

      Torres-Leal FL, Tirapegui J. Suplementação com leucina não reproduz os efeitos benéficos do exercício físico sobre a adiposidade e a homeostase glicêmica de ratos após dieta hiperlipídica. 2009 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021