Exportar registro bibliográfico

Desempenho do acoplamento de um reator de lodo ativado à fotocatálise heterogênea (Ti'O IND.2'/UV) no descoramento de um efluente industrial (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: PADOVAN, RODRIGO NOGUEIRA - IQSC
  • Unidade: IQSC
  • Subjects: Tratamento de efluentes; LODO ATIVADO (TRATAMENTO BIOLÓGICO;TRATAMENTO FÍSICO;TRATAMENTO QUÍMICO)
  • Language: Português
  • Abstract: A maioria dos efluentes pode ser facilmente tratada com reatores biológicos que oferecem boa eficiência na remoção da matéria orgânica. Contudo, a existência de compostos tóxicos ou de baixa biodegradabilidade dificulta o processo e, às vezes, impede que o mesmo seja feito. Na tentativa de minimizar a toxicidade e aumentar a biodegradabilidade, os Processos Oxidativos Avançados (POA) são uma alternativa viável. Os POA consistem na geração de fortes oxidantes \201Cin situ\201D que reagem então com a matéria orgânica. O principal agente oxidante, gerado pelos POA, são os radicais hidroxila (\2022OH), que possuem um alto potencial de oxidação. Este trabalho teve por objetivo estudar, em escala laboratorial, a remoção de cor obtida pelo acoplamento de um reator de lodo ativado com a fotocatálise heterogênea (TiO2/UV), no tratamento do efluente de uma indústria de produtos de madeira, otimizando a concentração do catalisador, a temperatura e o pH, observando também a seqüência de tratamento, ou seja o reator fotocatalítico como pré- e pós-tratamento. O efluente e o lodo utilizados foram cedidos pela indústria de Faber-Castell em São Carlos. O tempo de retenção hidráulica (TRH) do reator de lodo ativado foi de 3 horas, com uma parada para a sedimentação de 30 minutos (tempos semelhantes aos utilizados pela empresa). ) A fotocatálise foi realizada em um reator encamisado com a irradiação de uma lâmpada de média pressão de Hg (250 W), a 20 cm da lâmina de líquido (volumeefetivo de 100 mL), com agitação magnética de 45 rpm. O reator biológico utilizado no laboratório removeu boa parte da DQO do efluente, de 85-90% de remoção, porém não houve descoramento. Quando a fotocatálise foi utilizada como pós-tratamento, a remoção de cor foi de 93% em uma hora de irradiação e houve um total desaparecimento da ecotoxicidade do efluente. Ao se avaliar a fotocatálise como pré-tratamento do reator de lodo ativado, em uma hora de irradiação, houve pouca diminuição na intensidade de cor do efluente (60%) e a ecotoxicidade continuou alta. No entanto, ao se aumentar o tempo para 5 horas e 30 minutos houve um descoramento de quase 90%, somente com a fotocatálise. A cinética de descoramento, para o reator utilizado como pós-tratamento se ajustou a um modelo de primeira ordem com uma constante de velocidade (k) de (5,0 ± 0,57) ´ 10\20132 min\20131 e um R2 = 0,996. Quando o efluente bruto foi tratado primeiramente com a fotocatálise, a cinética de descoramento foi de ordem zero, com um R2 = 0,992, e uma constante de velocidade (k) de (2,60 ± 0,24) ´ 10\20132 u.a. min\20131. Conclui-se que o tratamento oxidativo avançado é uma ferramenta útil no descoramento do efluente estudado, tanto para pré ou pós-tratamento do reator biológico de lodo ativado. Porém a melhor seqüência de reatores foi a que utilizou a fotocatálise como pós-tratamento, tendo uma redução de total de 93% da cor, enquanto o efluente tratado com o reator fotocatalítico comopré-tratamento, houve um descoramento de 60%
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.04.2010
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PADOVAN, Rodrigo Nogueira; AZEVEDO, Eduardo Bessa. Desempenho do acoplamento de um reator de lodo ativado à fotocatálise heterogênea (Ti'O IND.2'/UV) no descoramento de um efluente industrial. 2010.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75132/tde-18062010-092600/ >.
    • APA

      Padovan, R. N., & Azevedo, E. B. (2010). Desempenho do acoplamento de um reator de lodo ativado à fotocatálise heterogênea (Ti'O IND.2'/UV) no descoramento de um efluente industrial. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75132/tde-18062010-092600/
    • NLM

      Padovan RN, Azevedo EB. Desempenho do acoplamento de um reator de lodo ativado à fotocatálise heterogênea (Ti'O IND.2'/UV) no descoramento de um efluente industrial [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75132/tde-18062010-092600/
    • Vancouver

      Padovan RN, Azevedo EB. Desempenho do acoplamento de um reator de lodo ativado à fotocatálise heterogênea (Ti'O IND.2'/UV) no descoramento de um efluente industrial [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75132/tde-18062010-092600/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021