Exportar registro bibliográfico

Ecologia trófica do extrato juvenil de peixes carangídeos do infralitoral raso da enseada de Caraguatatuba, São Paulo (2009)

  • Authors:
  • Autor USP: SALLES, ANA CAROLINA RIBEIRO - IO
  • Unidade: IO
  • Sigla do Departamento: IOB
  • Subjects: DIETA; PEIXES
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho teve como objetivo o estudo dos hábitos alimentares de três espécies de peixes da família Carangidae, da zona de surf da enseada de Caraguatatuba, São Paulo. Amostras de Selene setapinnis, Selene vomer e Oligoplites saliens foram obtidas com rede de arrasto de porta, mensalmente, entre maio de 2003 e outubro de 2004, em duas áreas previamente selecionadas na enseada, com profundidade variando entre 1 e 5 metros. Foram medidos e pesados 3022 exemplares, e 1367 estômagos foram retirados para a análise de conteúdo estomacal. A composição da dieta foi analisada por meio das frequências de ocorrência, numérica, gravimétrica, e volumétrica, e de índices alimentares. Todos os exemplares eram jovens e a sua dieta foi composta principalmente por Crustacea. Outros grandes grupos presentes foram Chaetognatha e Teleostei. Dentre os crustáceos, destacaramse as larvas de Decapoda, os misidáceos, os camarões Acetes americanus e os copépodes calanóides Labidocera fluviatilis e Acartia lilljeborgii. As variações intraespecíficas da dieta, bem como as relações interespecíficas, foram avaliadas através de análises de agrupamento. Foi observada uma tendência de aumento do tamanho da presa com o aumento do tamanho do peixe. Embora A. americanus tenha sido importante na dieta em todos os tamanhos, nas três espécies, houve maior destaque desse item nos peixes maiores, enquanto Lucifer faxoni e larvas de Decapoda foram mais importantes nos menores. Avaliando-se o comportamento alimentar, há indicações de que as três espécies tendem a ser generalistas e a explorar o hábitat de maneira semelhante. Em relação à variabilidade temporal, as espécies diferiram entre si: S. vomer, não apresentou diferença intra-anual significativa, ao contrário de S. setapinnis e O. saliens
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.10.2009
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SALLES, Ana Carolina Ribeiro; SOARES, Lucy Satiko Hashimoto. Ecologia trófica do extrato juvenil de peixes carangídeos do infralitoral raso da enseada de Caraguatatuba, São Paulo. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/21/21131/tde-29042010-164412/ >.
    • APA

      Salles, A. C. R., & Soares, L. S. H. (2009). Ecologia trófica do extrato juvenil de peixes carangídeos do infralitoral raso da enseada de Caraguatatuba, São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/21/21131/tde-29042010-164412/
    • NLM

      Salles ACR, Soares LSH. Ecologia trófica do extrato juvenil de peixes carangídeos do infralitoral raso da enseada de Caraguatatuba, São Paulo [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/21/21131/tde-29042010-164412/
    • Vancouver

      Salles ACR, Soares LSH. Ecologia trófica do extrato juvenil de peixes carangídeos do infralitoral raso da enseada de Caraguatatuba, São Paulo [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/21/21131/tde-29042010-164412/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021