Exportar registro bibliográfico

Análise da patogênese da lesão pulmonar aguda relacionada à transfusão (TRALI) em modelos in vivo (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: TAMAROZZI, MIRELA DE BARROS - FMRP
  • Unidades: FMRP
  • Sigla do Departamento: RBI
  • Subjects: ANTICORPOS; LIPÍDEOS; NEUTRÓFILOS; IMUNOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: A lesão pulmonar aguda relacionada à transfusão (TRALI - do inglês "transfusion-related acute lung injury") é uma complicação da transfusão de sangue alogênica, tipicamente manifestada por um edema pulmonar bilateral, dispnéia, hipoxemia, febre e hipotensão na presença de função cardíaca normal, ocorrendo dentro de um período de até seis horas após o início da transfusão. TRALI representa uma das mais freqüentes reações transfusionais agudas, sendo considerada a principal causa de morte relacionada à transfusão em diversos países. O desenvolvimento de TRALI foi associado à transfusão de todos os tipos de componentes do sangue - sangue total, plasma, concentrados de hemácias, plaquetas e granulócitos. Anticorpos contra HLA (tanto de classe I quanto de classe II) e/ou granulócitos, presentes no sangue do doador, foram freqüentemente implicados como causa desta síndrome. A presença de lipídeos que se acumulam durante a rotina de estocagem dos componentes celulares do sangue também foi associada à ocorrência de TRALI. Independentemente do hemocomponente envolvido, os neutrófilos desempenham um papel central nesta síndrome. Existem dois mecanismos propostos para explicar a fisiopatogenia de TRALI: a hipótese do anticorpo, ou de um evento e a hipótese de dois eventos. Ambos os mecanismos propostos levam a uma via final comum de aumento da permeabilidade vascular, resultando em edema pulmonar. No entanto, estudos experimentais objetivando elucidar os mecanismos de TRALI são pouco freqüentes na literatura. Sendo assim, o objetivo do presente trabalho foi desenvolver modelos in vivo para o estudo do papel dos anticorpos anti- granulócitos e de lipídeos bioativos no desenvolvimento da TRALI. O primeiro modelo é baseado na hipótese de um evento, com a inoculação de neutrófilos humanos incubados previamente com anticorpos anti-HNA-2a em animais NOD/SCID e o segundomodelo é baseado na hipótese de dois eventos, com a inoculação de lipídeos em animais BALB/c pré-tratados com LPS. Os modelos desenvolvidos foram validados pelo aumento no infiltrado de células para o pulmão dos animais, bem como pelo extravasamento de proteínas no fluido da lavagem broncoalveolar e pela congestão e edema nos alvéolos pulmonares observadas por análise histopatológica. Em ambos os modelos detectou-se um aumento nos níveis de IL-1\2019beta\2019, KC e MIP-2. No modelo de um evento, ensaios in vitro demonstraram que a interação entre anticorpos anti-HNA-2a e neutrófilos humanos levaram a uma produção de IL-8 e ao aumento da expressão de CD54 e CD11b. No modelo de dois eventos, embora tenha havido uma diferença significativa na expressão de CD54 em relação ao grupo controle, este efeito foi induzido principalmente pelo LPS. Por outro lado, mudanças drásticas na expressão de CD11b/CD18 (Mac-1) foram detectadas apenas no tratamento com LPS seguido de PAF. Também foi observado um aumento nos níveis de TNF-\2018alfa\2019 somente para este modelo. No entanto, o tratamento prévio dos animais com dexametasona resultou na inibição desta citocina, sem acarretar na diminuição do influxo de neutrófilos, sugerindo um papel irrelevante para o TNF-\2018alfa\2019 na indução da TRALI. Em conclusão, os resultados aqui obtidos demonstram que há um mecanismo comum envolvendo a participação de KC, MIP-2, IL-1\2019beta\2019, CD54 e CD11b na indução de TRALI mediada por anticorpos ou pela associação de um insulto inflamatório e lipídeos presentes nas bolsas de sangue estocadas. A modulação de moléculas compartilhadas por ambos os modelos pode ser uma alternativa terapêutica futura no tratamento da TRALI
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.12.2009

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TAMAROZZI, Mirela de Barros; REGO, Eduardo Magalhães. Análise da patogênese da lesão pulmonar aguda relacionada à transfusão (TRALI) em modelos in vivo. 2009.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2009.
    • APA

      Tamarozzi, M. de B., & Rego, E. M. (2009). Análise da patogênese da lesão pulmonar aguda relacionada à transfusão (TRALI) em modelos in vivo. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Tamarozzi M de B, Rego EM. Análise da patogênese da lesão pulmonar aguda relacionada à transfusão (TRALI) em modelos in vivo. 2009 ;
    • Vancouver

      Tamarozzi M de B, Rego EM. Análise da patogênese da lesão pulmonar aguda relacionada à transfusão (TRALI) em modelos in vivo. 2009 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020