Exportar registro bibliográfico

Calibração e avaliação do modelo ORYZA-APSIM para o arroz de terras altas no Brasil (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: LORENÇONI, ROGÉRIO - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LPV
  • Subjects: ARROZ; MODELAGEM DE DADOS; VARIEDADES VEGETAIS
  • Language: Português
  • Abstract: Com o objetivo de calibrar e avaliar o modelo ORYZA-APSIM para o arroz de terras altas no Brasil, foram conduzidos dezessete experimentos pela EMBRAPA Arroz e Feijão, em quatro regiões brasileiras (Santo Antônio de Goiás-GO, Sorriso-MT, Gurupi-TO e Teresina-PI) produtoras de arroz de terras altas, entre as safras de 2005/2006 e 2008/2009. O modelo foi calibrado e avaliado para a variedade cultivada de arroz de terras altas BRS-Primavera. Os dados da calibração foram obtidos de dois experimentos realizados na área experimental da EMBRAPA Arroz e Feijão, localizada no município de Santo Antônio de Goiás-GO, conduzidos em duas datas de semeadura durante a safra 2008/2009. As seguintes variáveis foram definidas na calibração: (i) unidades de calor efetivo diário, (ii) taxas de desenvolvimento fenológico para cada estádio, (iii) frações de massa de matéria seca das folhas, colmos, órgãos de armazenagem e colmos de reserva durante diferentes fases de desenvolvimento da cultura, (iv) taxa de crescimento inicial da área foliar e (v) parâmetros utilizados para determinar a área foliar específica. Na avaliação do modelo, foram comparados valores simulados com valores observados da massa de matéria seca total da parte aérea (MST) e de folhas verdes (MSF), índice de área foliar (IAF), produtividade e duração (número de dias) do período entre a emergência e o florescimento da cultura de arroz de terras altas. O modelo não apresentou desempenho satisfatório na simulação da duração das diferentes fases fenológicas de desenvolvimento para a região de Teresina-PI (os números de dias simulados foram, em média, oito dias superiores aos valores observados). O IAF, a MST e a MSF foram avaliados para as condições dos dois experimentos utilizados na calibração. As simulações do IAF diferiram dos valores observados nos dois experimentos, nos quais os valores finaisda MST simulada foram semelhantes aos observados, mas diferiram dos observados durante a fase entre o florescimento e o ponto de maturidade fisiológica. A MSF simulada apresentou bom desempenho no primeiro experimento, mas regular no segundo experimento. No segundo experimento de campo, as variações da MSF, MST e o IAF foram causadas por um período de estresse hídrico simulado no modelo. O efeito do estresse hídrico foi superestimado no modelo. Comparando os valores simulados e observados de produtividade, por intermédio de uma regressão linear, verificou-se que o modelo (ORYZAAPSIM) pode determinar a ordem de grandeza da produtividade do arroz de terras altas ao nível de significância de 10%.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.01.2010
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LORENÇONI, Rogério; DOURADO NETO, Durval. Calibração e avaliação do modelo ORYZA-APSIM para o arroz de terras altas no Brasil. 2010.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-25022010-153738/ >.
    • APA

      Lorençoni, R., & Dourado Neto, D. (2010). Calibração e avaliação do modelo ORYZA-APSIM para o arroz de terras altas no Brasil. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-25022010-153738/
    • NLM

      Lorençoni R, Dourado Neto D. Calibração e avaliação do modelo ORYZA-APSIM para o arroz de terras altas no Brasil [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-25022010-153738/
    • Vancouver

      Lorençoni R, Dourado Neto D. Calibração e avaliação do modelo ORYZA-APSIM para o arroz de terras altas no Brasil [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-25022010-153738/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021