Exportar registro bibliográfico

Escravidão por dívida no norte do estado do Tocantins: vidas fora do compasso (2009)

  • Authors:
  • Autor USP: LOPES, ALBERTO PEREIRA - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLG
  • Subjects: TRABALHO ESCRAVO; DÍVIDA; ESCRAVIDÃO; PROPRIEDADE RURAL
  • Language: Português
  • Abstract: A escravidão por dívida no Brasil contemporâneo recupera resquícios do trabalho escravo moderno do século XVI, em que o elemento importante estava na acumulação da riqueza por meio da força de trabalho para a acumulação do capital. A passagem de um sistema de cativeiro para um trabalho livre, no entanto, foi incapaz de impedir a sujeição do trabalhador aos proprietários de terras, seja o colono imigrante, seja os pequenos trabalhadores que se sujeitavam ao trabalho com outras formas de exploração. As formas de exploração dos fazendeiros aos trabalhadores também foram sendo transformadas para a acumulação do capital, uma vez que a partir do século XX no Brasil, sobretudo no Tocantins, entra em evidência o trabalho escravo por dívida. O objetivo desta pesquisa é, então, compreender como se organizam as forças produtivas na Amazônia, especificamente no norte tocantinense, a partir dos municípios de Araguaína e Ananás, sob a ótica de formas contraditórias de acumulação primitiva do capital que caracterizam a violência no campo por parte dos grandes proprietários de terra em relação ao trabalhador, que fizeram renascer o trabalho escravo por dívidas no período de 2001 a 2008. A metodologia do trabalho consistiu em leituras ligadas à temática, trabalho de campo, entrevistas com os trabalhadores, entidades e instituições. O Tocantins, precisamente sua região norte, tem sido o lugar onde este sistema tem aprisionado documentos e famílias no interior das propriedades, além de lócus de mortes de trabalhadores que estão envolvidos com esta precarização do trabalho. O Estado é contraditório: de um lado, teve um papel primordial a respeito da expansão da propriedade em direção à nova fronteira do país, sobretudo em meados da década de 1960 com os incentivos fiscais; de outro lado, nas esferas federal e estadual, cria comissões e planos para a erradicação do trabalho escravo. OTocantins tem sido um dos estados que mais escravizam trabalhadores, por conta da expansão da propriedade, apoiada muitas vezes pelo poder público, como deputados e senadores, que se encontram na lista suja do Ministério do Trabalho, os quais participam da degradação do trabalho para acumulação de suas riquezas e subordinam o trabalhador, como se este estivesse na legalidade
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.12.2009
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LOPES, Alberto Pereira; SUZUKI, Julio Cesar. Escravidão por dívida no norte do estado do Tocantins: vidas fora do compasso. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8136/tde-05022010-094122/ >.
    • APA

      Lopes, A. P., & Suzuki, J. C. (2009). Escravidão por dívida no norte do estado do Tocantins: vidas fora do compasso. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8136/tde-05022010-094122/
    • NLM

      Lopes AP, Suzuki JC. Escravidão por dívida no norte do estado do Tocantins: vidas fora do compasso [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8136/tde-05022010-094122/
    • Vancouver

      Lopes AP, Suzuki JC. Escravidão por dívida no norte do estado do Tocantins: vidas fora do compasso [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8136/tde-05022010-094122/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021