Exportar registro bibliográfico

A experiência da mãe por ter um filho natimorto (2009)

  • Authors:
  • Autor USP: RODRIGUES, MÁRCIA MARIA COELHO - EE
  • Unidade: EE
  • Sigla do Departamento: ENP
  • Subjects: LUTO (ESTADO EMOCIONAL); MÃES (ENFERMAGEM); FETO; ATITUDES FRENTE À MORTE
  • Language: Português
  • Abstract: Natimorto é a morte do produto da gestação, antes da expulsão do corpo materno. Para a mãe, a notícia da morte do filho ainda durante o período da gestação é traumática que, na expectativa de uma vida, encontra o desespero e a tristeza. Este estudo teve como objetivo compreender a experiência da mãe diante do filho natimorto. O referencial teórico adotado foi a teoria do luto e como referencial metodológico, o interacionismo interpretativo para análise das narrativas das nove mães que passaram pela experiência de ter um filho natimorto. Os eventos que marcaram a história das mães neste cenário foram: SENDO SURPREENDIDA PELA MÁ NOTÍCIA, TENDO UM PARTO SEM SENTIDO, SAINDO DE MÃOS VAZIAS E ENFRENTANDO O LUTO SOCIAL. Os dados analisados possibilitaram a compreensão da experiência das mães diante da morte de seu filho durante a gravidez. A morte do bebê no final da gestação, quando caracterizado como natimorto, é incompreensível para a mãe. Ela fica exausta, tem uma profunda dor emocional, acompanhada de um sentimento de vulnerabilidade que a impede de pensar no futuro ou na possibilidade de uma nova gestação. Ver o filho natimorto é um momento significativo e nem sempre a mãe consegue verbalizar o desejo de conhecer, tocar, segurar no colo o seu filho que agora está morto. O processo de luto é vivido de maneira solitária, porque sua tristeza não é compartilhada com a família e amigos, havendo uma preferência para o isolamento devido sentir-seenvergonhada por não ter conseguido gerar um filho sadio e por chorar o tempo inteiro. O estudo reforça a necessidade de inserção de informações e conhecimentos dos profissionais de saúde, ainda no ensino de graduação, acerca do processo de luto pertinente a essas mães para oferecer-lhes algum controle sobre a experiência, resgatando, assim, sua autonomia e propiciando-lhes a prevenção de sua saúde física e mental
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.12.2009
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RODRIGUES, Márcia Maria Coelho; BOUSSO, Regina Szylit. A experiência da mãe por ter um filho natimorto. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7141/tde-11012010-144032/ >.
    • APA

      Rodrigues, M. M. C., & Bousso, R. S. (2009). A experiência da mãe por ter um filho natimorto. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7141/tde-11012010-144032/
    • NLM

      Rodrigues MMC, Bousso RS. A experiência da mãe por ter um filho natimorto [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7141/tde-11012010-144032/
    • Vancouver

      Rodrigues MMC, Bousso RS. A experiência da mãe por ter um filho natimorto [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7141/tde-11012010-144032/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020