Exportar registro bibliográfico

As ilusões da cor: sobre raça e assujeitamento no Brasil (2009)

  • Authors:
  • Autor USP: MARTINS, HILDEBERTO VIEIRA - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PST
  • Subjects: NEGROS; DESENVOLVIMENTO CULTURAL; CULTURA (ASSIMILAÇÃO)
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho se propõe a realizar uma análise histórica que nos possibilite interrogar quais são as condições de produção e reprodução de certos modelos (idéias e práticas) sobre o que se instituiu denominar a questão racial brasileira. O objetivo deste trabalho é mapear a proliferação de uma série de discursos em torno da construção de um projeto nacional e civilizatório que teve como eixo principal a produção de um discurso racializado, ou seja, discutir de que modo certos fatores permitiram engendrar a produção de uma estranheza eficaz a partir da criação do que convencionamos chamar de elemento negro, constituindo-se como o representante mais eficaz desse espaço social destinado a demarcar um lugar de estranhamento (o outro como perigoso, anormal, diferente etc.). Utilizando como recurso analítico principal os trabalhos de Raimundo Nina Rodrigues e da Escola Baiana de Antropologia, discutimos como esse saber acadêmico possibilitou a formulação de um modelo psicofísico de explicação sobre a degeneração da raça brasileira. Mais tarde este modelo seria substituído por uma estratégia mais englobante, o que pode ser verificado pela aplicação dos conceitos de cultura ou aculturação, e mesmo pelo emprego dos modernos conceitos psicanalíticos. O nosso propósito consistiu em analisar a produção de certas práticas sociais: a constituição de uma ciência médico-psicológica; a difusão de certas opiniões a respeito do elemento negro através da imprensa e da literatura;a constituição jurídica do cidadão negro em decorrência da implementação de uma discussão política e legislativa pré e pós-abolicionista que se produziram em torno da construção de um projeto nacional e civilizatório e que tiveram como eixo principal a produção do elemento negro como personagem principal desse novo enredo: uma ortodoxia da cor. Optamos por discutir o processo de formação do Brasil e do ) brasileiro em finais do século XIX e início do século XX (período compreendido entre as décadas de 1870 e 1930), a partir das rupturas provocadas pelo iminente processo abolicionista.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 05.06.2009
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MARTINS, Hildeberto Vieira; TASSARA, Eda Terezinha de Oliveira. As ilusões da cor: sobre raça e assujeitamento no Brasil. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-15122009-115939/ >.
    • APA

      Martins, H. V., & Tassara, E. T. de O. (2009). As ilusões da cor: sobre raça e assujeitamento no Brasil. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-15122009-115939/
    • NLM

      Martins HV, Tassara ET de O. As ilusões da cor: sobre raça e assujeitamento no Brasil [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-15122009-115939/
    • Vancouver

      Martins HV, Tassara ET de O. As ilusões da cor: sobre raça e assujeitamento no Brasil [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-15122009-115939/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021