Exportar registro bibliográfico

Influência da idade sobre aspectos do comportamento alimentar, seleção de substratos artificiais para oviposição e comportamento de cópula em anastrepha obliqua (Macquart) (Diptera, Tephritidae) (2009)

  • Authors:
  • Autor USP: LEAL, THAMARA ALESSANDRA BRAZ DA SILVA - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 592
  • Subjects: MOSCA-DAS-FRUTAS; IDADE (FATORES); HÁBITO ALIMENTAR ANIMAL; OVIPOSIÇÃO; ACASALAMENTO
  • Language: Português
  • Abstract: As necessidades nutricionais dos insetos variam com o estágio de desenvolvimento, a idade e a história nutricional dos mesmos. Com o aumento da idade, parâmetros comportamentais e fisiológicos eventualmente declinam em qualidade. O presente estudo teve como propósito investigar alguns aspectos da biologia de adultos selvagens da espécie Anastrepha obliqua em duas faixas etárias: do 15º ao 30º dia (15-30) e do 60º ao 75º ia (60-75) após a emergência. Constou de 4 fases, as quais tiveram por objetivo verificar: performance de fêmeas e machos (Fase 1); efeito da privação de uma fonte protéica ou de carboidrato sobre a performance de fêmeas (Fase 2); preferência das fêmeas por diferentes substratos artificiais para oviposição (Fase 3); taxa de acasalamento e preferência de fêmeas por parceiros para cópula (Fase 4). As fêmeas 15-30 ingeriram maior quantidade de dieta de lêvedo (fonte protéica) que as 60-75. Relacionamos isto ao fato de A. obliqua ser uma espécie anautógena. A semelhante ingestão de sacarose entre as fêmeas 15-30 e as 60-75 foi associada à semelhante deposição de óvulos pelas fêmeas desses dois grupos. No entanto, os resultados desses dois parâmetros variaram nos experimentos das Fases 1 e 2. Levantamos a hipótese que a ingestão de sacarose por fêmeas 60-75 poderia estar associada às atividades do comportamento de oviposição. Entre machos 15-30 e 60-75, houve influência da idade na ingestão de sacarose: os primeiros ingeriram mais dessa dietapossivelmente por parecerem mais ativos que os últimos. Notou-se, com a idade, uma tendência ao aumento no número de espermatozóides nos testículos, sendo significativa a diferença entre os com 15-17 dias e os com 73-75 dias. Esse aumento pode ser explicado pelo acúmulo desses gametas produzidos ao longo da vida dos machos, uma vez que eles não acasalaram. Nos dois sexos, não houve diferença na taxa de mortalidade entre moscas 15-30 e 60-75. Supomos que mudanças fisiológicas relacionadas à idade que ocorreram no período 60-75 não levaram a aumento da mortalidade em relação à faixa etária 15-30. Fêmeas 15-30 e 60-75 se comportaram de maneira diferente tanto na situação "privação de proteína" (lêvedo) como na "privação de carboidrato" (sacarose). Fêmeas 15-30 privadas de proteína compensaram a falta deste nutriente ingerindo, no dia seguinte à privação, maior quantidade de lêvedo que as 15-30 não privadas. Já as 60-75 privadas não exibiram esse mecanismo de compensação nutricional. Na "privação de carboidrato", independentemente da idade, as fêmeas privadas de carboidrato ingeriram, no dia seguinte ao período de privação, mais dieta de sacarose que as não privadas. No entanto, as fêmeas 15-30 privadas ingeriram mais sacarose que as 60-75 de mesma condição. No processo de compensação nutricional relacionada a um nutriente específico, maior resposta dos quimioreceptores à estimulação com o nutriente em falta pode ocorrer. Uma explicaçãopara o observado nas duas situações de privação seria um declínio nesta mudança de resposta ao nutriente ausente com a idade da mosca. Nas três situações de escolha por substratos artificiais para oviposição, houve em apenas uma delas, mudança na preferência da fêmea com a idade da mesma. Enquanto as fêmeas 15-30 não demonstraram preferência por um dos substratos, as 60-75 o fizeram. Foi suposto um declínio da sensibilidade à sacarose com a idade, o que faria o substrato menos preferido (o com maior quantidade de sacarose) tomar-se menos atraente à oviposição pelas fêmeas 60-75. Também foi sugerida a hipótese que uma possível maior carga de ovos das fêmeas 15-30 poderia ter causado um declínio na seletividade das fêmeas durante a escolha por substratos. Poucos acasalamentos foram observados nos experimentos da Fase 4. O maior número (11) foi observado no grupo cujas fêmeas 15-30 tiveram que selecionar entre machos 15-30 com estados nutricionais diferentes. Supomos que o pequeno número de acasalamentos nos demais grupos possa estar associado à receptividade sexual das fêmeas 60-75, à formação de leks com machos de idades diferentes (15-30 e 60-75) e também às caixas experimentais utilizadas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.11.2009

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LEAL, Thamara Alessandra Braz da Silva; ZUCOLOTO, Fernando Sérgio. Influência da idade sobre aspectos do comportamento alimentar, seleção de substratos artificiais para oviposição e comportamento de cópula em anastrepha obliqua (Macquart) (Diptera, Tephritidae). 2009.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2009.
    • APA

      Leal, T. A. B. da S., & Zucoloto, F. S. (2009). Influência da idade sobre aspectos do comportamento alimentar, seleção de substratos artificiais para oviposição e comportamento de cópula em anastrepha obliqua (Macquart) (Diptera, Tephritidae). Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Leal TAB da S, Zucoloto FS. Influência da idade sobre aspectos do comportamento alimentar, seleção de substratos artificiais para oviposição e comportamento de cópula em anastrepha obliqua (Macquart) (Diptera, Tephritidae). 2009 ;
    • Vancouver

      Leal TAB da S, Zucoloto FS. Influência da idade sobre aspectos do comportamento alimentar, seleção de substratos artificiais para oviposição e comportamento de cópula em anastrepha obliqua (Macquart) (Diptera, Tephritidae). 2009 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021