Exportar registro bibliográfico

Uma tradição viva: raízes para a alma - uma análise fenomenológica de experiências de pertencer em uma comunidade rural de Minas Gerais (2009)

  • Authors:
  • Autor USP: ARAUJO, RENATA AMARAL - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PSC
  • Subjects: PSICOLOGIA FENOMENOLÓGICA; TRADIÇÃO; ALMA; AUTOPERCEPÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: O tema abordado nessa tese refere-se à constituição do sujeito contemporâneo dentro de uma perspectiva cultural especificamente marcada pela experiência religiosa: a devoção a Nossa Senhora de Nazareth em Morro Vermelho (Caeté/MG). Utilizando-se desse campo fértil de expressão da nossa cultura brasileira as festas populares , buscamos investigar, descrever e discutir como, dentro desse contexto, emerge a experiência do pertencer como uma maneira de conceber a si mesmo. Para alcançar esse objetivo, verificamos como a experiência comunitária em Morro Vermelho, ordenada pela devoção mariana, contribui para a dinâmica do pertencer, ensejando a experiência de pertença local. Para isso, foi necessário: a) análise de três entrevistas coletadas durante os preparativos e a realização propriamente dita da festa de Nossa Senhora de Nazareth, em 2001, à luz da seguinte problematização: a relação entre o desenvolvimento da devoção, para os moradores de Morro Vermelho, e a emergência da experiência de pertencer a esse local; b) o delineamento dos elementos presentes na experiência comunitária dessa vila que favorecem a experiência do pertencer; c) a compreensão da dinâmica do pertencer, assim como vivida pelos entrevistados, e a sua influência na consciência que eles têm de si. Escolhemos a Fenomenologia Clássica de Husserl como método de análise, apoiando-nos também em alguns adeptos dessa escola filosófica, que nos auxiliaram na compreensão dos passos necessários paraalcançarmos os significados essenciais da experiência assim como vivida pelos sujeitos reais, em consonância com a contribuição própria da Psicologia. Em seguida, mostramos o percurso comum da pertença entre os entrevistados, através da elaboração da experiência-tipo, identificando dois eixos comuns: a) conhecimento, verificação e relacionamento pessoal com Nossa Senhora de Nazareth: que ressalta o desenvolvimento ) da devoção para cada entrevistado, até o processo de verificação da tradição recebida; e b) do relacionamento pessoal com Nossa Senhora de Nazareth, nasce a construção da festa: que revela o comprometimento pessoal dos entrevistados com a festa, por meio do chamado a realizar uma tarefa específica nas comemorações marianas, a memória do relacionamento com a Santa como o lugar da pertença e a resposta ao chamado da Padroeira como uma manifestação de gratidão e expressão do pertencer. Após essa etapa, dialogamos com alguns autores, a partir de temáticas que apareceram na análise e na elaboração da experiência-tipo, tais como: a importância do conhecimento tradicional para a modernidade, a função da tradição oferecer raízes para a alma e como acontece a relação de pertença a um determinado povo. Por fim, realizamos o que a perspectiva fenomenológica intitula reconstrução teórica do vivido, a partir do confronto entre a estrutura da vivência de pertença dos entrevistados de Morro Vermelho como uma concepção de si e a contribuição de alguns autores, em conformidadecom a elaboração da experiência dos depoentes, estruturada em três pontos: a) a origem do pertencer é uma tradição viva: a oferta de um referencial; b) a apreensão do significado da tradição: condição para um pertencer consciente; e c) a consciência de pertencer se concretiza na construção da festa: pertença como concepção de si mesmo.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.04.2009
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ARAUJO, Renata Amaral; SAFRA, Gilberto. Uma tradição viva: raízes para a alma - uma análise fenomenológica de experiências de pertencer em uma comunidade rural de Minas Gerais. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-09122009-095213/ >.
    • APA

      Araujo, R. A., & Safra, G. (2009). Uma tradição viva: raízes para a alma - uma análise fenomenológica de experiências de pertencer em uma comunidade rural de Minas Gerais. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-09122009-095213/
    • NLM

      Araujo RA, Safra G. Uma tradição viva: raízes para a alma - uma análise fenomenológica de experiências de pertencer em uma comunidade rural de Minas Gerais [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-09122009-095213/
    • Vancouver

      Araujo RA, Safra G. Uma tradição viva: raízes para a alma - uma análise fenomenológica de experiências de pertencer em uma comunidade rural de Minas Gerais [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-09122009-095213/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021