Exportar registro bibliográfico

Avaliação de Torque e destorque em parafusos de titânio utilizados como elementos de fixação de intermediários submetidos à corrosão em saliva artificial e solução aquosa de dentifrício fluoretado (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: DUARTE, ANTONIO RICARDO CALAZANS - FOB
  • Unidades: FOB
  • Sigla do Departamento: BAP
  • Subjects: PARAFUSOS; TITÂNIO; IMPLANTE DENTÁRIO ENDOÓSSEO; DENTIFRÍCIO FLUORADO
  • Language: Português
  • Abstract: Neste trabalho, "in vitro", foram realizados 02 tipos de ensaio de corrosão. No primeiro foram avaliados 05 parafusos de fixação de intermediários isolados, durante um período de 1152 h., por 48 dias, em um ensaio chamado "salt-spray", que trabalha com cloreto de sódio, em névoa úmida, com temperatura e pressão controlada (Normas ABNT NBR 8094 e ASTM B 117); já no segundo ensaio foram avaliados torque e destorque e perda de massa em 60 parafusos de fixação, 12 de cada fabricante comercial envolvidos nesta pesquisa: Conexão@, Emfils@, INP@, SIN@ e Titanium Fix@. Os sessenta parafusos de titânio trabalharam com os seus respectivos conectores protéticos, enviados pelos fabricantes. Em todos os espécimes, formados em uma base de resina acrílica, foi realizada uma série de torque e destorque inicial, utilizando-se um torquímetro digital TOHNICHI, com os espécimes presos em uma prensa de mesa. Após novo torque, cinqüenta espécimes foram parafusados em discos de nylon, que passaram por um ensaio cíclico de exposição na saliva artificial e na solução aquosa de dentifrício fluoretada, durante 90 dias. Os dois espécimes restantes, de cada marca comercial participante, num total de 10, funcionaram como controle negativo e permaneceram em repouso, durante o mesmo intervalo de tempo, enquanto os outros espécimes encontravam-se no ensaio. Após 90 dias de exposição cíclica às soluções, os corpos de prova foram retirados, destorqueados e analisados, através do MEV paraavaliar-se o grau de corrosão, comparando-se os espécimes imersos nas duas soluções envolvidas na pesquisa e os do grupo controle. Para a análise dos resultados foram utilizados os testes estatísticos de Análise de Variância (Anova a dois critérios), e como houve diferença estatisticamente significante entre os grupos, a comparação das médias foi realizada através do Teste de Tukey. Enquanto para avaliação de correlação entre ganho ou perda de massa e atividade ) Enquanto para avaliação de correlação entre ganho ou perda de massa e atividade corrosiva foi realizado o Teste de correlação de Pearson. Baseados nos resultados obtidos os autores concluíram que os parafusos para intermediários do tipo cônico das cinco marcas comerciais, participantes do estudo, não apresentaram indícios de atividade corrosiva, ao Teste Industrial de Corrosão "Salt spray"; que não houve diferença estatisticamente significante entre destorque iniciais dos parafusos para intermediários, das marcas comerciais participantes do estudo. Contudo três grupos (C, E e T) apresentaram médias de destorques menores que o torque estabelecido previamente (20 Ncm); que após o ensaio de corrosão nas soluções de saliva artificial e aquosa de dentifrício fluoretado, todas as médias de destorques dos parafusos variaram, para patamares superiores, de 2% (Grupo T) a 70% (Grupo C), com relação ao torque inicial (20 Ncm), levando a inferir que em todos os grupos houve processo inicial de corrosão; que comrelação à perda ou ganho de massa, todos os parafusos ganharam massa mas, não houve correlação estatisticamente significante entre esta variação de peso e destorque, que assinale a atividade corrosiva e; que pela avaliação "EDS"- Espectroscopia por difusão de energia, ficou caracterizada a presença de elementos químicos, em todos os parafusos de intermediários cônicos estudados que, normalmente são encontrados como componentes químicos potencializadores e em locais de desenvolvimento de processo corrosivo
  • Imprenta:
    • Place of publication: Bauru
    • Date published: 2006
  • Data da defesa: 11.09.2006

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DUARTE, Antônio Ricardo Calazans; BONACHELA, Wellington Cardoso. Avaliação de Torque e destorque em parafusos de titânio utilizados como elementos de fixação de intermediários submetidos à corrosão em saliva artificial e solução aquosa de dentifrício fluoretado. 2006.Universidade de São Paulo, Bauru, 2006.
    • APA

      Duarte, A. R. C., & Bonachela, W. C. (2006). Avaliação de Torque e destorque em parafusos de titânio utilizados como elementos de fixação de intermediários submetidos à corrosão em saliva artificial e solução aquosa de dentifrício fluoretado. Universidade de São Paulo, Bauru.
    • NLM

      Duarte ARC, Bonachela WC. Avaliação de Torque e destorque em parafusos de titânio utilizados como elementos de fixação de intermediários submetidos à corrosão em saliva artificial e solução aquosa de dentifrício fluoretado. 2006 ;
    • Vancouver

      Duarte ARC, Bonachela WC. Avaliação de Torque e destorque em parafusos de titânio utilizados como elementos de fixação de intermediários submetidos à corrosão em saliva artificial e solução aquosa de dentifrício fluoretado. 2006 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020