Exportar registro bibliográfico

Pelas beiras das cidades: a intervenção psicossocial como antecedente necessário ao planejamento urbano participativo (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: BATISTA, VANESSA LOUISE - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PST
  • Subjects: PSICOLOGIA AMBIENTAL; PLANEJAMENTO TERRITORIAL URBANO; PARTICIPAÇÃO COMUNITÁRIA; INTERVENÇÃO DE TERCEIROS (PSICOLOGIA)
  • Language: Português
  • Abstract: O presente estudo visa focar o processo de intervenção empreendido em Campos Novos de Cunha, no estado de São Paulo, durante os anos de 2006 e 2007, que objetivou criar caminhos para a efetivação de um espaço urbano propriamente dito. Essa circunstância implica conferir ao urbano um status que não se restringe à estrutura do agrário ou do industrial, mas os transcende em um movimento dialético, compondo-se da coexistência entre as diferenças materiais e não-materiais da vida cotidiana no contexto da sociedade planetária, ou seja, em periurbanidades. Tal intervenção foi desenvolvida a partir de uma seleção pública (Edital MCT/MCidades/CNPq n° 060/2005) voltada para o fortalecimento da gestão municipal urbana e apoio á elaboração de planos diretores participativos. intitulado cunha, sp: raízes "Caipira" - observatório regional de gestão e planejamento participativo, o projeto foi conduzido pelo laboratório de psicologia socioambiental e intervenção do instituto de psicologia da universidade de São Paulo (LAPSI-IPUSP). A analise desse processo possibilitou perceber que a intervenção urbana deve ser precedida de uma intervenção psicossocial para resultar em uma planificação técnica atrelada á participação popular. Partiu de uma abordagem filológica para se chegar a uma abordagem socioambiental sobre as condições favorecedoras para a manifestação do fenômeno "urbano", de acordo com Lefebvre: uma práxis fundamentada na política ambiental que supõe a construção intencionaldo futuro, pautada na critica do passado e na inventividade do instante compartilhado. Considerando que o assujeitamento dos indivíduos frente aos mecanismos ideológicos de uma política global está assentado em uma ideologia cientifica, a possibilidade de se produzir um planejamento urbano segundo a proposta lefebvriana esta atrelada diretamente à efetividade de uma intervenção psicossocial capaz de esclarecer os nexos lógicos e psicológicos das dinâmicas históricas da hegemonia, já que esta atinge as profundezas da subjetividade e as raízes da cultura. Portanto, a viabilidade do reconhecimento das periurbanidades presentes nos territórios em trânsito entre a tradição e a modernidade será possível quando "0 desejo irresistível pela consciência" (Habermas, 1987) aproximar os indivíduos e grupos da pratica de desconstrução dos fatos e de apropriação dos processos formadores de identidade
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.12.2008

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BATISTA, Vanessa Louise; TASSARA, Eda Terezinha de Oliveira. Pelas beiras das cidades: a intervenção psicossocial como antecedente necessário ao planejamento urbano participativo. 2008.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.
    • APA

      Batista, V. L., & Tassara, E. T. de O. (2008). Pelas beiras das cidades: a intervenção psicossocial como antecedente necessário ao planejamento urbano participativo. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Batista VL, Tassara ET de O. Pelas beiras das cidades: a intervenção psicossocial como antecedente necessário ao planejamento urbano participativo. 2008 ;
    • Vancouver

      Batista VL, Tassara ET de O. Pelas beiras das cidades: a intervenção psicossocial como antecedente necessário ao planejamento urbano participativo. 2008 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021