Exportar registro bibliográfico

Estudo do comportamento mecânico de um agregado reciclado de concreto para utilização na construção rodoviária (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: GRUBBA, DAVID CHRISTIAN REGIS PEREIRA - EESC
  • Unidades: EESC
  • Sigla do Departamento: STT
  • Subjects: RESÍDUOS DE CONSTRUÇÃO; CONCRETO; AGREGADOS; PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA
  • Language: Português
  • Abstract: Os resíduos de construção e demolição (RCD) representam cerca da metade dos resíduos sólidos urbanos. No Brasil, sua geração anual corresponde a aproximadamente 68 milhões de toneladas. Uma forma de se mitigar os impactos ambientais oriundos da disposição desses resíduos sobre o meio ambiente é o seu beneficiamento na forma de agregados reciclados. Os agregados reciclados podem ser classificados em dois grupos, agregados reciclados mistos e agregados reciclados de concreto (ARC). Entre as diversas formas de aplicação dos agregados reciclados, destaca-se a construção rodoviária por utilizar quantidade expressiva tanto de materiais graúdos, quanto de miúdos. No Brasil, ainda existem poucos relatos científicos sobre o desempenho de agregados reciclados de concreto em camadas de pavimento. Assim, o objetivo desta pesquisa é estudar as propriedades físicas e o comportamento mecânico, através da análise de resultados de ensaios laboratoriais, do agregado reciclado de concreto proveniente da Usina de Reciclagem de Resíduos da Construção Civil de São Carlos-SP, visando seu emprego em camadas de base e sub-base de pavimentos. Foram realizados ensaios de caracterização física, lixiviação, solubilização, compactação, Índice de Suporte Califórnia (CBR), compressão simples, compressão diametral e triaxial cíclico. A título de comparação, foram pesquisados, também, um agregado natural, um solo de comportamento laterítico e uma mistura deste solo com o agregado reciclado deconcreto. Observou-se que o ARC apresentou um comportamento mecânico muito próximo ao do agregado natural, material convencionalmente utilizado em camadas de pavimento na região. Destaca-se ainda que o agregado reciclado de concreto apresentou um ganho considerável de resistência e rigidez com o decorrer do tempo de cura. No tocante à energia de compactação, este parâmetro teve influência significativa sobre o comportamento do ARC para os tempos iniciais ) de cura, sendo que para os maiores períodos de cura, essa influência diminuiu. Finalmente, com base na avaliação dos resultados obtidos nesta pesquisa, concluiu-se que o agregado reciclado de concreto pode ser empregado na construção de camadas de sub-base e base de pavimentos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.09.2009
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GRUBBA, David Christian Regis Pereira; PARREIRA, Alexandre Benetti. Estudo do comportamento mecânico de um agregado reciclado de concreto para utilização na construção rodoviária. 2009.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18143/tde-01122009-140152/ >.
    • APA

      Grubba, D. C. R. P., & Parreira, A. B. (2009). Estudo do comportamento mecânico de um agregado reciclado de concreto para utilização na construção rodoviária. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18143/tde-01122009-140152/
    • NLM

      Grubba DCRP, Parreira AB. Estudo do comportamento mecânico de um agregado reciclado de concreto para utilização na construção rodoviária [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18143/tde-01122009-140152/
    • Vancouver

      Grubba DCRP, Parreira AB. Estudo do comportamento mecânico de um agregado reciclado de concreto para utilização na construção rodoviária [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18143/tde-01122009-140152/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020