Exportar registro bibliográfico

Permeabilidade espacial e zelo urbanístico no projeto arquitetônico: da modernidade à pós-modernidade nos edifícios multifuncionais do eixo estrutural sul de Curitiba, 1966-2008 (2009)

  • Authors:
  • Autor USP: DZIURA, GISELLE LUZIA - FAU
  • Unidade: FAU
  • Sigla do Departamento: AUH
  • Subjects: EDIFÍCIOS DE USO MÚLTIPLO; PLANEJAMENTO TERRITORIAL URBANO
  • Language: Português
  • Abstract: O estudo consiste na análise das mudanças da relação espacial do edifício multifuncional, caracterizado pelo Plano Massa, com o ambiente urbano marcado pelo Eixo Estrutural Sul em Curitiba, entre 1966 e 2008. O Plano Massa consiste em uma configuração arquitetônica e urbanística que atende a orientações legais específicas de ocupação nos Eixos Estruturais. Estes são resultantes de uma das propostas do "Plano Preliminar de Urbanismo", de 1965, e caracterizam-se como setores em faixa submetidos a diretrizes de ocupação e uso do solo, fundamentadas no crescimento e adensamento, e condutores da expansão da cidade em vias tangenciais ao centro desta. A relação espacial edifício/entorno imediato incide na transição entre espaço público, presente nas galerias cobertas, e semipúblico, no interior dos edifícios, cujo processo de transformação urbana se sustenta no processo de migração deformada. A migração constitui a transição, em diferentes graus de dimensão física, social e funcional, dos espaços públicos para o interior dos edifícios. Atribui-se a deformação à mudança do caráter de uso e apropriação e, conseqüentemente, do significado: de espaço público para semipúblico. Assim, a hipótese principal é que, com a tensão entre as forças das regras do planejamento urbano, as exigências do mercado imobiliário e as mudanças sociais, econômicas e culturais, houve uma tendência de redução na utilização dos espaços públicos por pedestres, aliada à migração deformada dessesespaços para o interior dos edifícios multifuncionais no trecho e período descritos. O objetivo do trabalho consiste em avançar na reflexão histórica e teórica sobre esses edifícios e sua inter-relação com o espaço urbano, a fim de fornecer subsídios para o ensino da arquitetura e urbanismo e desenvolver projetos nessa área em contextos similares. A partir da análise conjuntural de cenários, identificam-se três momentos em que ocorreram tais transformações urbanas. O primeiro (1966-1971) se refere aos Eixos Estruturais como concepção, com o anseio de planejar conforme o pensamento modernista, cujo Plano Diretor atendia à legislação específica. O segundo (1971-1983) compreende o Plano Massa perante o planejamento, com redefinição do pensamento moderno quanto à implantação e ocupação dos edifícios. O terceiro (1983-2008) inclui a adaptação dessas regras aos interesses políticos e imobiliários e às transformações ocorridas na produção do espaço urbano, cujo resultado tendeu à migração mencionada. Para atingir o objetivo proposto e comprovar a hipótese levantada, os procedimentos metodológicos consistem no levantamento de obras construídas, seguido pela identificação das tipologias conforme seu ano de implantação, e pela análise da migração deformada dos espaços quanto à permanência e aparecimento ou desaparecimento das tipologias identificadas, usando como parâmetro a permeabilidade espacial. Os períodos históricos buscam explicar as mudançasentre a teoria moderna e a prática pós-moderna. - Assim, a análise pretende esclarecer alguns princípios da Pós-Modernidade que podem ser observados no trecho estudado determinados pelo advento do consumismo, aperfeiçoamento do lar para socialização, encapsulamento das trocas comerciais nos corredores protegidos das galerias e necessidade de segurança física, entre outros responsáveis pelo amadurecimento de uma cultura urbana, e forjados por vários atores sociais.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.07.2009
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DZIURA, Giselle Luzia; SZMRECSANYI, Maria Irene de Queiroz Ferreira. Permeabilidade espacial e zelo urbanístico no projeto arquitetônico: da modernidade à pós-modernidade nos edifícios multifuncionais do eixo estrutural sul de Curitiba, 1966-2008. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16133/tde-29112010-083628/?&lang=pt-br >.
    • APA

      Dziura, G. L., & Szmrecsanyi, M. I. de Q. F. (2009). Permeabilidade espacial e zelo urbanístico no projeto arquitetônico: da modernidade à pós-modernidade nos edifícios multifuncionais do eixo estrutural sul de Curitiba, 1966-2008. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16133/tde-29112010-083628/?&lang=pt-br
    • NLM

      Dziura GL, Szmrecsanyi MI de QF. Permeabilidade espacial e zelo urbanístico no projeto arquitetônico: da modernidade à pós-modernidade nos edifícios multifuncionais do eixo estrutural sul de Curitiba, 1966-2008 [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16133/tde-29112010-083628/?&lang=pt-br
    • Vancouver

      Dziura GL, Szmrecsanyi MI de QF. Permeabilidade espacial e zelo urbanístico no projeto arquitetônico: da modernidade à pós-modernidade nos edifícios multifuncionais do eixo estrutural sul de Curitiba, 1966-2008 [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16133/tde-29112010-083628/?&lang=pt-br

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021