Exportar registro bibliográfico

Efeitos da variação de freqüência e intensidade de exercício físico em biomarcadores de carcinogênese colônica experimental, na expressão de ciclooxigenase-2 e em parâmetros séricos de estresse oxidativo (2009)

  • Authors:
  • Autor USP: MARINI, TASSIANA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RPM
  • Subjects: EXERCÍCIO FÍSICO (INFLUÊNCIAS); BIOMARCADORES; NEOPLASIAS COLORRETAIS
  • Language: Português
  • Abstract: O risco de desenvolver câncer de cólon é reduzido por apropriados níveis de exercício fisico. No entanto, os efeitos da variação de freqüência e intensidade do exercício são poucos conhecidos. Nosso objetivo foi de analisar os efeitos de diferentes freqüências e intensidades de exercício na carcinogênese do cólon em ratos tratados com 1-2 dimetil- hidrazina (DMH). Ratos Wistar machos foram divididos 5 grupos com 18 animais em cada grupo: Grupo sedentário (S), exercício episódico leve (EL), exercício episódico intenso (EI), exercício treino leve (TL), exercício treino intenso (TI). Cada um desses grupos foi subdividido em grupo com injeção de 1-2-dimetilhidrazina (O) e grupo sem tratamento (controle). O exercício foi realizado por natação 60 minutos e 20 minutos um dia na semana (exercício episódico) e 5 dias na semana (exercício treino), durante 8 semanas. Após o sacrificio, o soro foi coletado para análise do estresse oxidativo (malondialdeído-MDA, glutationa reduzida-GSH, vitamina E). O cólon distal foi processado para avaliar a formação de focos de criptas aberrantes (FCA), a imunoistoquímica para avaliação da proliferação celular (através do PCNA) e a expressão da ciclooxigenase-2 (COX-2). Os níveis séricos de GSH foram reduzidos em todos grupos que praticaram exercício fisico sem o tratamento com DMH, exceto o grupo TI. Os níveis de MDA foram diminuídos no TL, e os níveis de vitamina E apresentaram redução no EID quando comparado com o TID. Quando comparadoao grupo SD, o número de FCA foi diminuído no grupo TLD; e os grupos de exercício TLD, ELD e EID apresentaram uma atenuação do aumento da proliferação celular induzida pelo DMH e apenas o grupo TLD apresentou atenuação da expressão de COX-2. Nós concluímos que (1) o exercício treino leve foi altamente efetivo na redução nos biomarcadores da carcinogênese de cólon e isso pode ser devido a atenuação da expressão de ciclooxigenase-2 no cólon e não ao estresse oxidativo sistêmico; (2) o exercício episódico pode exercer um efeito anti-carcinogênico
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 31.07.2009

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MARINI, Tassiana; GARCIA, Sérgio Britto. Efeitos da variação de freqüência e intensidade de exercício físico em biomarcadores de carcinogênese colônica experimental, na expressão de ciclooxigenase-2 e em parâmetros séricos de estresse oxidativo. 2009.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2009.
    • APA

      Marini, T., & Garcia, S. B. (2009). Efeitos da variação de freqüência e intensidade de exercício físico em biomarcadores de carcinogênese colônica experimental, na expressão de ciclooxigenase-2 e em parâmetros séricos de estresse oxidativo. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Marini T, Garcia SB. Efeitos da variação de freqüência e intensidade de exercício físico em biomarcadores de carcinogênese colônica experimental, na expressão de ciclooxigenase-2 e em parâmetros séricos de estresse oxidativo. 2009 ;
    • Vancouver

      Marini T, Garcia SB. Efeitos da variação de freqüência e intensidade de exercício físico em biomarcadores de carcinogênese colônica experimental, na expressão de ciclooxigenase-2 e em parâmetros séricos de estresse oxidativo. 2009 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021