Exportar registro bibliográfico

O uso da máscara laríngea pelo enfermeiro na ressuscitação cardiopulmonar: revisão integrativa da literatura (2009)

  • Authors:
  • Autor USP: PEDERSOLI, CESAR EDUARDO - EERP
  • Unidade: EERP
  • Sigla do Departamento: ERG
  • Subjects: EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO (USO); LARINGE; RESSUSCITAÇÃO; CARDIOLOGIA; ENFERMAGEM
  • Language: Português
  • Abstract: A parada cardiorrespiratória (PCR) é uma situação que requer atuação imediata dos profissionais da saúde. Na maioria dos hospitais e unidades de saúde, a equipe de enfermagem é a primeira a chegar em casos de PCR, devendo ser competente em iniciar as manobras de ressuscitação cardiopulmonar (RCP). Dentre os procedimentos durante a RCP, a intubação endotraqueal é o padrão ouro para abordagem das vias aéreas, mas nem todos os profissionais de saúde estão aptos a realizá-la. A máscara laríngea é um dispositivo que permite a formação de um selo ao redor da laringe, oferecendo uma satisfatória alternativa para manejo das vias aéreas. O referencial teórico-metodológico utilizado foi o da Prática Baseada em Evidências, que preconiza a aplicação de resultados de pesquisas na prática profissional do enfermeiro. O estudo teve como objetivo identificar as evidências disponíveis na literatura sobre a abordagem de vias aéreas por meio da inserção da máscara laríngea pelo enfermeiro, na RCP, em pacientes adultos. A metodologia adotada foi a revisão integrativa da literatura cujo propósito é reunir e sintetizar o conhecimento sobre a temática proposta. As bases de dados acessadas foram: LILACS, PUBMED, CINAHL e COCHRANE com os descritores controlados laryngeal masks AND cardiopulmonary resuscitation AND nursing. Após leitura exaustiva dos artigos foram selecionadas 18 referencias. Os resultados evidenciaram que 66,5% dos estudos foram oriundos do Reino Unido, o periódico queapresentou maior número de publicações foi a Resuscitation (cinco), 50% dos estudos foram realizados somente por médicos, 28% somente por enfermeiros e 11% por ambos, conjuntamente. Em relação ao delineamento de pesquisa foram encontrados seis estudos (33,5%) de delineamento quase experimental, 12 (66,5%) de delineamento não-experimental, sendo três do tipo survey/descritivo/exploratório (25%), um prospectivo ) (8,5%) e oito relatos de experiência/opinião de especialista (66,5%). Os estudos foram agrupados em três momentos históricos (antes da publicação das diretrizes de RCP de 2000, entre as diretrizes de 2000 e 2005 e após as diretrizes de 2005). Verificou-se que o grande impacto dos estudos publicados na década de 90 foi evidenciado nas diretrizes de 2005, pois as embasaram e foram citados nas mesmas (estudos 1, 2, 3, 5, 7 e 9). Conclui-se que a mascara laríngea é de fundamental importância para manejo de vias aéreas em situações criticas, necessita de treinamento para sua utilização e, quando testada em manequins, mostrou-se eficaz, atingindo taxas de sucesso em sua inserção e nas ventilações, próximas a 100%. É um dispositivo de fácil manuseio e inserção, minimiza o risco de distensão gástrica, regurgitação e aspiração em relação à unidade bolsa-valva-máscara. A ausência de estudos com delineamento experimental acerca da temática, evidencia a necessidade de investigações cientificas envolvendo mascara laríngea, ressuscitação cardiopulmonar e enfermagem,com o intuito de subsidiar a pratica clínica do enfermeiro e sua tomada de decisão acerca do cuidado prestado ao paciente. Os enfermeiros atuaram nos estudos como sujeitos e puderam identificar, compreender e sinalizar aspectos relevantes dos atributos cognitivo, técnicos e demais habilidades para executarem tal intervenção, permitindo-se prestar assistência de enfermagem com qualidade e embasamento técnico-científico em situações de emergência
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.07.2009
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PEDERSOLI, Cesar Eduardo; DALRI, Maria Celia Barcellos. O uso da máscara laríngea pelo enfermeiro na ressuscitação cardiopulmonar: revisão integrativa da literatura. 2009.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-14092009-162645/ >.
    • APA

      Pedersoli, C. E., & Dalri, M. C. B. (2009). O uso da máscara laríngea pelo enfermeiro na ressuscitação cardiopulmonar: revisão integrativa da literatura. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-14092009-162645/
    • NLM

      Pedersoli CE, Dalri MCB. O uso da máscara laríngea pelo enfermeiro na ressuscitação cardiopulmonar: revisão integrativa da literatura [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-14092009-162645/
    • Vancouver

      Pedersoli CE, Dalri MCB. O uso da máscara laríngea pelo enfermeiro na ressuscitação cardiopulmonar: revisão integrativa da literatura [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-14092009-162645/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021