Exportar registro bibliográfico

Caracterização da dor em mulheres com câncer de mama pós-tratamento (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated author: FERREIRA, VÂNIA TIE KOGA - EERP
  • School: EERP
  • Sigla do Departamento: ERM
  • Subjects: DOR (MEDIÇÃO); COMPLICAÇÕES PÓS-OPERATÓRIAS; MASTECTOMIA; NEOPLASIAS MAMÁRIAS
  • Language: Português
  • Abstract: A dor após o tratamento por câncer de mama é comum, pode ter várias causas, este sintoma caracteriza-se por redução funcional e emocional importante. Objetivo: Descrever a dor em mulheres com câncer de mama, identificar fatores de melhora e piora da dor, avaliar a interferência da dor na vida das mulheres, caracterizar e localizar a dor de mulheres submetidas ao tratamento por câncer de mama. Métodos: A amostra constituiu de 30 mulheres submetidas ao tratamento por câncer de mama, freqüentando um núcleo de reabilitação durante o período de fevereiro a agosto de 2008, e que responderam a um formulário acerca da doença, do tratamento e da dor. Foi aplicado o Inventário Breve de Dor (IBD) e o Questionário de McGill Br-MPQ e uma imagem para identificar o local o da dor. Resultados: A maioria das mulheres tinha idade superior a 50 anos, era casada, raça branca, católica, e do lar/dona de casa. Em relação ao tipo de cirurgia e a lateralidade observase uma distribuição equitativa entre mastectomia total e quadrantectomia, e lado direito e esquerdo, respectivamente. A maioria das mulheres realizou esvaziamento axilar, além de radioterapia e quimioterapia. A dor teve início após a cirurgia da mama em 46,7% das mulheres, com freqüência diária e constante, interferindo no humor e no sono das mulheres entrevistadas. Os movimentos relacionados ao aumento da dor foram alcançar, empurrar, apoiar e puxar. A maioria das mulheres relatou a prática de massagem paraalívio da dor. A dor após o tratamento por câncer de mama foi caracterizada como latejante, que irradia, que repuxa, chata, incômoda, que prende e deixa tensa. As alterações emocionais aumentaram a dor em (43,3%) das mulheres, o descansar/relaxar diminuiu a dor para metade e a maioria delas referiu suportar as dores. O local mais escolhido pelas mulheres para identificar a dor foram a regiô torácica superior e o braço ) entre linha do cotovelo e altura axilar na vista frontal da imagem. Conclusão: os dados apontam que a dor é um sintoma importante nas mulheres após o tratamento por câncer de mama, e esta deve ser valorizada por profissionais de saúde que as acompanham, são necessários mais estudos que possam elucidar questões como fatores osteomioarticulares e evolução do sintoma no pré e pós operatório
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.07.2009
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FERREIRA, Vânia Tie Koga; ALMEIDA, Ana Maria de. Caracterização da dor em mulheres com câncer de mama pós-tratamento. 2009.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-18082009-123255/ >.
    • APA

      Ferreira, V. T. K., & Almeida, A. M. de. (2009). Caracterização da dor em mulheres com câncer de mama pós-tratamento. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-18082009-123255/
    • NLM

      Ferreira VTK, Almeida AM de. Caracterização da dor em mulheres com câncer de mama pós-tratamento [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-18082009-123255/
    • Vancouver

      Ferreira VTK, Almeida AM de. Caracterização da dor em mulheres com câncer de mama pós-tratamento [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-18082009-123255/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022