Exportar registro bibliográfico

Uma contribuição para circuitos eletrônicos de medidores de radiações ultravioleta para lentes (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: OLIVEIRA, GUNTER CAMILO DABLAS DE - EESC
  • Unidades: EESC
  • Sigla do Departamento: SEL
  • Subjects: RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA; LENTES; CIRCUITOS ELETRÔNICOS
  • Language: Português
  • Abstract: O propósito deste trabalho foi o desenvolvimento de um primeiro sistema para medir a transmissão das radiações no intervalo 290 nm - 380 nm, em lentes oftálmicas. O protótipo é um dispositivo opto-eletrônico, composto por uma fonte de ultravioleta; dois sensores de radiação - UVA e UVB (fotodiodos); um circuito eletrônico para a realização das medidas e um mostrador para fornecer o resultado. Quando o sistema é ligado, a fonte emite a radiação ultravioleta, e os dois sensores captam os respectivos sinais, no intervalo de UVA e UVB e armazenam estes dados. Ao se colocar uma lente para ser testada, os sensores recebem novamente o sinal e dividem pelo sinal armazenado, fornecendo assim, a porcentagem de luz ultravioleta transmitida pela lente. Os sinais provenientes dos fotodiodos são amplificados de modo que transformam uma baixa corrente em tensão (na faixa de milivolts), que por sua vez é amplificada para um fundo de escala com tensão máxima igual a 5VCC. O sinal obtido na saída dos amplificadores é enviado para um conversor analógico digital (A/D); o sinal digital é enviado para um microcontrolador AT89S52, que foi programado para ler dados do conversor A/D, ler teclas e proporcionar o laudo escrito em um display. Polarizadores calibradores e lentes de óculos foram testados no sistema desenvolvido e as medidas comparadas com o espectro de transmissão em um espectrofotômetro Cary 17 - VARIAN. O fator de correlação entre os dois sistemas foi de 0,82. Ocircuito digital apresenta uma imprecisão menor do 1% nas medidas. Isto tem a implicação direta no fator de correlação entre este protótipo e o espectrofotômetro. As flutuações da lâmpada também contribuem para a imprecisão, uma vez que a repetibilidade do sistema é de 90%, em 20 medidas de uma mesma lente. Sendo assim, este protótipo é capaz de medir a proteção ultravioleta em lentes de óculos, com uma precisão de 2%. Modificações do sistema serão implementadas ) no futuro, para que medidas com precisão de 0,5% sejam atendidas, em protótipo para uso clínico
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.08.2009

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Gunter Camilo Dablas de; VENTURA, Liliane. Uma contribuição para circuitos eletrônicos de medidores de radiações ultravioleta para lentes. 2009.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18152/tde-02092009-094206/ >.
    • APA

      Oliveira, G. C. D. de, & Ventura, L. (2009). Uma contribuição para circuitos eletrônicos de medidores de radiações ultravioleta para lentes. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18152/tde-02092009-094206/
    • NLM

      Oliveira GCD de, Ventura L. Uma contribuição para circuitos eletrônicos de medidores de radiações ultravioleta para lentes [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18152/tde-02092009-094206/
    • Vancouver

      Oliveira GCD de, Ventura L. Uma contribuição para circuitos eletrônicos de medidores de radiações ultravioleta para lentes [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18152/tde-02092009-094206/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019