Exportar registro bibliográfico

Associação entre tonsilas aumentadas e padrão de oclusão dental (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: NUNES JUNIOR, WALTER RIBEIRO - FM
  • Unidades: FM
  • Sigla do Departamento: MOF
  • Subjects: MALOCLUSÃO; TONSILA; OBSTRUÇÃO DAS VIAS RESPIRATÓRIAS; OCLUSÃO DENTÁRIA
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivos: Este estudo teve como objetivo analisar a relação entre o tipo de oclusào dentária e o tipo de obstrução linfóide: aumento da tonsila faríngea isolada ou com aumento das tonsilas palatinas. Casuística e Métodos: Foram avaliados 114 pacientes com respiração oral e roncos com diagnóstico de aumento de tonsilas faríngea e/ou palatinas, de ambos os sexos, com idades entre 3 e 12 anos no ambulatório da Divisão de Otorrinolaringologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da U.S.P. Todas as crianças foram examinadas pelo otorrinolaringologista e pelo ortodontista, quem avaliou o tipo de oclusão dentária. O volume da tonsila faríngea foi classificado pela telerradiografia em: grau I (0 a 25% de obstrução), grau II (25 a 50% de obstrução), grau III (50 a 75% de obstrução) e grau IV (75 a 100% de obstrução). O volume das tonsilas palatinas foi classificado segundo os critérios de Brodsky 7, variando de I a IV. A presença de hiperplasia obstrutiva foi definida como presença de volume de grau III ou IV. No exame ortodôntico, os pacientes foram avaliados quanto aos trespasses horizontal (sobressaliente, normal e cruzado) e vertical (mordida aberta, normal e profunda). No exame ortodôntico, os pacientes foram avaliados quanto aos trespasses horizontal e vertical . Foi também avaliada a presença de cruzamento posterior. O diagnóstico ortodôntico incluiu também a determinação da relação molar de Angle15 nas crianças com os primeiros molares permanentes emoclusão. Resultados: Com relação à classificação do padrão de hiperplasia linfóide , 74 crianças apresentaram hiperplasia de tonsilas faríngeas e palatinas (64,9%) , 25 apresentaram hiperplasia de tonsila faríngea isolada (22,0%), ) oito apresentavam hiperplasia de tonsila palatina isolada (7,0%), e 7 crianças (6,1%) apresentaram hiperplasia tonsilar não obstrutiva. Encontramos relação significante (p=0,017) entre o trespasse horizontal, e o aumento das tonsilas palatinas isoladas, e também com a hiperplasia de tonsilas faríngea e palatina . Também foi constatado alto índice de cruzamento posterior de mordida em todos os grupos estudados, média de 36,8% do total . Foi encontrada alguma relação entre mal-oclusão classe III e hiperplasia de tonsilas palatinas (25%) apesar do pequeno numero da amostra . Foi encontrada também alguma relação entre mal-oclusão classe II e hiperplasia de tonsilas faríngeas (32%), e hiperplasia de tonsilas faríngeas e palatinas em conjunto (29,5%). Conclusões: Concluímos que as diferentes características obstrutivas de tecido linfóide têm relação com algumas desarmonias de oclusão específicas. Encontrou-se associação entre alteração de trespasse horizontal, e hiperplasia de tonsilas palatinas. Todos os tipos de hiperplasia de tonsilas faríngea e palatinas favoreceram o cruzamento de mordida.A relação molar em classe II pode estar relacionada com hiperplasia de tonsila faríngea, e também com hiperplasia de tonsilas faríngea epalatina em conjunto. A relação molar em classe III pode estar relacionada com a hiperplasia de tonsilas palatinas. As alterações respiratórias podem interferir diretamente na etiologia e estabilidade do tratamento ortodôntico, assim como em alguns casos o tratamento ortodôntico pode ser favorável a melhorar os problemas de obstrução respiratória, sendo que a herança genética pode favorecer ou minimizar estas alterações
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.08.2009
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      NUNES JUNIOR, Walter Ribeiro; DI FRANCESCO, Renata Cantisani. Associação entre tonsilas aumentadas e padrão de oclusão dental. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5143/tde-22032010-173315/ >.
    • APA

      Nunes Junior, W. R., & Di Francesco, R. C. (2009). Associação entre tonsilas aumentadas e padrão de oclusão dental. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5143/tde-22032010-173315/
    • NLM

      Nunes Junior WR, Di Francesco RC. Associação entre tonsilas aumentadas e padrão de oclusão dental [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5143/tde-22032010-173315/
    • Vancouver

      Nunes Junior WR, Di Francesco RC. Associação entre tonsilas aumentadas e padrão de oclusão dental [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5143/tde-22032010-173315/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020