Exportar registro bibliográfico

Contribuições da língua portuguesa e das línguas africanas quicongo e bini para a constituição do crioulo sãotomense (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BARRETTO, MARCUS VINICIUS KNUPP - FFLCH
  • Unidades: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLC
  • Subjects: LÍNGUA PORTUGUESA; LÍNGUAS AFRICANAS
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo desta dissertação é apresentar e discutir alguns processos fonológicos de adição e subtração de elementos (metaplasmos) na língua sãotomense. Neste trabalho, faremos uma comparação entre as contribuições das línguas portuguesa, quicongo e bini. Entre os séculos XV e XVI, diversas línguas nasceram do contato entre europeus e povos da África, Ásia e América. Chamadas de pidgins e crioulos, essas línguas contam com contribuições linguísticas da língua do povo dominador (língua de superstrato) e com contribuições da(s) língua(s) do(s) povo(s) dominado(s) (língua(s) de substrato). O sãotomense, língua falada atualmente na República de São Tomé e Príncipe, é uma dessas línguas, classificada como crioulo de base portuguesa, e conta com o português seiscentista como língua de superstrato e com línguas africanas, dentre elas o quicongo e o bini como línguas de substrato. Ao longo deste trabalho, analisaremos algumas das influências das línguas de substrato e superstrato na constituição do sãotomense. As contribuições das línguas de superstrato estão, majoritariamente, relacionadas à composição do léxico e as das línguas de substrato na fonologia, morfologia e sintaxe, embora também haja traços inovadores. No caso do sãotomense, as palavras portuguesas, ao entrarem no léxico do sãotomense, sofreram metaplasmos para se adequar à estrutura das línguas africanas dos primeiros falantes, sem, contudo, evitar que a língua portuguesa também contribuísse para aconstituição da fonologia do sãotomense. Uma das contribuições do quicongo na fonologia do sãotomense é o lambdacismo transformação de [r] em [l] durante o processo de empréstimos, enquanto a língua portuguesa contribuiu com a eliminação do sistema tonal, presente em quicongo e bini, mas não em português.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.02.2009
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BARRETTO, Marcus Vinicius Knupp; ARAÚJO, Gabriel Antunes de. Contribuições da língua portuguesa e das línguas africanas quicongo e bini para a constituição do crioulo sãotomense. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-01092009-115644/ >.
    • APA

      Barretto, M. V. K., & Araújo, G. A. de. (2009). Contribuições da língua portuguesa e das línguas africanas quicongo e bini para a constituição do crioulo sãotomense. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-01092009-115644/
    • NLM

      Barretto MVK, Araújo GA de. Contribuições da língua portuguesa e das línguas africanas quicongo e bini para a constituição do crioulo sãotomense [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-01092009-115644/
    • Vancouver

      Barretto MVK, Araújo GA de. Contribuições da língua portuguesa e das línguas africanas quicongo e bini para a constituição do crioulo sãotomense [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-01092009-115644/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020