Exportar registro bibliográfico

Ciência como instituição e como prática: a mudança do regime disciplinar/estatal de produção e difusão do conhecimento científico no Brasil vista a partir do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (2009)

  • Authors:
  • Autor USP: CARLOTTO, MARIA CARAMEZ - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FSL
  • Subjects: PESQUISA CIENTÍFICA (POLÍTICA); DIFUSÃO DE TECNOLOGIA; ESTUDO DE CASO
  • Language: Português
  • Abstract: A presente dissertação parte do estudo empírico do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS) para analisar a mudança do regime público/disciplinar de produção e difusão do conhecimento científico no Brasil no período que vai da abertura democrática dos anos 1980 à redefinição da política nacional de ciência e tecnologia nos 2000. A pesquisa articula dois pontos de vista: a análise da mudança jurídicoinstitucional, que envolve os padrões de institucionalização, legitimação social, organização formal e jurídica da ciência no país; e o estudo da alteração das práticas científicas concretas, que envolvem os padrões de realização de pesquisa, divulgação de resultados e formação de novos pesquisadores. O estudo empírico dividiuse, portanto, em duas partes: (1) primeiro, analisamos a forma como o LNLS inicialmente como projeto, depois como instituição de pesquisa inserese no processo histórico de institucionalização da ciência no Brasil, considerando a mudança dos padrões de negociação, organização e legitimação social das instituições científicas nacionais. Para tanto, realizamos entrevistas com diretores do laboratórios, membros da burocracia científica (diretores de agência de inovação; coordenadores de agências de fomento, etc) e analisamos o conteúdo e o processo de formulação e aprovação de leis, portarias, resoluções e documentos oficiais sobre a ciência, a tecnologia e sua comercialização. (2) Já a segunda parte do estudo empírico concentrase nacaracterização do perfil, das práticas de pesquisa e dos padrões de formação dos pesquisadores que usam o LNLS como centro experimental. O objetivo era, através da análise do questionário aplicado com os pesquisadores externos do LNLS, identificar quem são e o que fazem esses pesquisadores e se e como eles trabalham em empresas privadas, patenteiam seus resultados de pesquisa e/ou estabelecem, a partir de instituições ) públicas de pesquisa, contratos e parcerias com empresas.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.02.2009
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CARLOTTO, Maria Caramez; BRAGA NETO, Ruy Gomes. Ciência como instituição e como prática: a mudança do regime disciplinar/estatal de produção e difusão do conhecimento científico no Brasil vista a partir do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8132/tde-20082009-150631/ >.
    • APA

      Carlotto, M. C., & Braga Neto, R. G. (2009). Ciência como instituição e como prática: a mudança do regime disciplinar/estatal de produção e difusão do conhecimento científico no Brasil vista a partir do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8132/tde-20082009-150631/
    • NLM

      Carlotto MC, Braga Neto RG. Ciência como instituição e como prática: a mudança do regime disciplinar/estatal de produção e difusão do conhecimento científico no Brasil vista a partir do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8132/tde-20082009-150631/
    • Vancouver

      Carlotto MC, Braga Neto RG. Ciência como instituição e como prática: a mudança do regime disciplinar/estatal de produção e difusão do conhecimento científico no Brasil vista a partir do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8132/tde-20082009-150631/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021