Exportar registro bibliográfico

Perfil sócio-demográfico e clínico de pacientes psiquiátricos tratados em Hospital Dia (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated author: JUNQUEIRA, SIMONE ANDRÉA ESTEVAM - FMRP
  • School: FMRP
  • Sigla do Departamento: RNP
  • Subjects: HOSPITAIS DIA; FATORES SOCIOECONÔMICOS; TRANSTORNOS MENTAIS; SAÚDE MENTAL; POLÍTICA DE SAÚDE
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução. A reforma da assistência psiquiátrica no Brasil vem diminuindo progressivamente o número de leitos nos hospitais psiquiátricos convencionais. Ao mesmo tempo vem sendo estruturada uma rede substitutiva de serviços extra-hospitalares, entre os quais se encontra o Hospital Dia do HCFMRP-USP (HD) da DRS-XIII, com sede em Ribeirão Preto -SP. Esse serviço, fonte dos dados do presente trabalho, é menos restritivo que hospitalização integral e mais protetor que tratamentos ambulatoriais. Esse processo, no entanto, apresentou como efeito colateral indesejável o fenômeno denominado "porta giratória", representado pelo aumento importante da taxa de readmissões, que em alguns hospitais passa de 50% dos pacientes admitidos. Objetivos. Procura-se no presente trabalho: caracterizar o perfil sócio-demográfico e clínico da clientela atendida no HD, entre janeiro de 1996 e dezembro de 2005; identificar e descrever características dos pacientes que tiveram internações integrais psiquiátricas anteriores e readmissões ao HD; investigar se ocorre associação entre o tempo de permanência dos pacientes no HD e as variáveis sócio-demográficas e clínicas. Metodologia. Os dados foram coletados no prontuário de cada paciente, por meio de protocolo elaborado especificamente para esta finalidade. Os sujeitos foram 689 pacientes que fizeram 822 internações no HD. As variáveis foram analisadas através do programa SPSS versão 13.0. Resultados. Predominaram pacientesdo sexo feminino (58,4%) com idade entre 20 a 39 anos (53,5%), brancos (84,2%), sem vínculo conjugal (59,7%), morando com familiares ou amigos (57,9%), procedentes de Ribeirão Preto e Região (90,2%), escolaridade até primeiro grau (53,6%), inativos profissionalmente (90,5%) e sem renda individual (51,2%). A maioria teve alta por ordem médica (73,3%), encaminhamento na alta para Ambulatórios (86,2%), uma única admissão no HD (84,0%), e tempo médio de permanência de 49 dias. Os diagnósticos mais prevalentes na alta foram: Esquizofrenia (32,8%), Episódio Depressivo (27,0%), Episódio Maníaco/ Transtorno Afetivo (15,1 %), Transtorno de Personalidade (14,7%) e Outros/ Transtorno Neurótico (10,4%). Pacientes com internação integral anterior foram responsáveis por 47,0% das admissões. Discussão. Os resultados mostram que o HD trata adultos jovens, atingidos pela doença na plenitude da fase produtiva da vida e com quadros psiquiátricos com predomínio de Esquizofrenia. Existe uma dependência emocional e econômico-financeira com familiares e com o sistema público regional de dispensa de medicamentos e de transporte. A gravidade dos quadros psiquiátricos, conciliada com a complexidade social da doença mental, repercute negativamente no desenvolvimento do grau de instrução. O tempo médio de permanência está dentro do recomendado pelas normas da Portaria 224. Essa permanência permite uma terapia breve focal na maioria dos pacientes e umaintermediação positiva, retirando pacientes das internações e dirigindo-os para tratamentos ambulatoriais. Conclusão. O HD demonstrou atender pacientes com transtornos mentais graves e persistentes, estar inserido na rede de assistência da DRS-XIII e ser um serviço que desempenha função de ressocialização e reintegração de pacientes psiquiátricos graves na comunidade. O HD trata pacientes oriundos da DRS-XIII com história prévia de internação integral anterior, no entanto, não repete com esses pacientes o fenômeno porta giratória
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.04.2009
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      JUNQUEIRA, Simone Andréa Estevam; CONTEL, José Onildo Betioli. Perfil sócio-demográfico e clínico de pacientes psiquiátricos tratados em Hospital Dia. 2009.Universidade de São Paulo, Ribeirão preto, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17148/tde-29062009-121226/?&lang=pt-br >.
    • APA

      Junqueira, S. A. E., & Contel, J. O. B. (2009). Perfil sócio-demográfico e clínico de pacientes psiquiátricos tratados em Hospital Dia. Universidade de São Paulo, Ribeirão preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17148/tde-29062009-121226/?&lang=pt-br
    • NLM

      Junqueira SAE, Contel JOB. Perfil sócio-demográfico e clínico de pacientes psiquiátricos tratados em Hospital Dia [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17148/tde-29062009-121226/?&lang=pt-br
    • Vancouver

      Junqueira SAE, Contel JOB. Perfil sócio-demográfico e clínico de pacientes psiquiátricos tratados em Hospital Dia [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17148/tde-29062009-121226/?&lang=pt-br

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022