Exportar registro bibliográfico

Desempenho da cultura de milho em diferentes épocas de cultivo no sudoeste paulista (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CANTELE, ELEANE FATIMA - ESALQ
  • Unidades: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LPV
  • Subjects: AGROMETEOROLOGIA; ECOFISIOLOGIA VEGETAL; GENÓTIPOS; MILHO; PRODUTIVIDADE
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho tem por objetivo avaliar os componentes fitotécnicos de produção, as variáveis agrometeorológicas e a produtividade de milho, genótipo CO-32, em diferentes épocas de cultivo na região mesoclimática de Presidente Prudente-SP, sudoeste paulista. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso com quatro épocas de cultivo, com intervalos de 30 a 40 dias entre as semeaduras. O espaçamento foi de 0,80 m entre linhas e 0,20 m entre plantas, para uma população de 62.500 plantas por hectare. Para a análise experimental foram utilizados os componentes de produtividade, por intermédio das seguintes variáveis: diâmetro do colmo; estatura das plantas; massa de matéria seca da espiga; diâmetro da espiga; diâmetro do sabugo; número de grãos por fileira; número de fileiras na espiga e a massa de grãos. Também foram determinadas a temperatura basal inferior e os graus-dia necessários para cada fase e para a cultura de milho completar seu ciclo. Os resultados nessas condições obtidas permitiram concluir que: (a) a temperatura basal inferior de milho foi de: 7,4°C; 13,1°C; 1,9°C; 9,5°C; 10,6°C e 14,5°C, respectivamente, para os períodos entre os seguintes momentos fenológicos: semeadura e emergência; semeadura e plantas com 4 folhas; semeadura e plantas com 8 folhas; semeadura e plantas com 12 folhas; semeadura e emissão do pendão e semeadura e ponto de maturidade fisiológica; e (b) o total de graus-dia (valor acumulado desde a semeadura) necessário paraatingir os diferentes momentos fenológicos são: 106,6°C.dia (emergência); 193,4°C.dia (planta com 4 folhas); 764,6°C.dia (planta com 8 folhas); 857,9°C.dia (planta com 12 folhas); 978,7°C.dia (emissão do pendão) e 1532,8°C.dia (ponto de maturidade fisiológica). No período estudado, o genótipo de milho CO-32 apresentou maior produtividade na primeira época de semeadura, com uma produtividade de 3.600 kg por ) hectare. Em função dos resultados obtidos, pode-se concluir que a melhor época para a cultura de milho, na região mesoclimática de Presidente Prudente, é em meados do mês de setembro
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.06.2009

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CANTELE, Eleane Fátima; MANFRON, Paulo Augusto. Desempenho da cultura de milho em diferentes épocas de cultivo no sudoeste paulista. 2009.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-04082009-092235/ >.
    • APA

      Cantele, E. F., & Manfron, P. A. (2009). Desempenho da cultura de milho em diferentes épocas de cultivo no sudoeste paulista. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-04082009-092235/
    • NLM

      Cantele EF, Manfron PA. Desempenho da cultura de milho em diferentes épocas de cultivo no sudoeste paulista [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-04082009-092235/
    • Vancouver

      Cantele EF, Manfron PA. Desempenho da cultura de milho em diferentes épocas de cultivo no sudoeste paulista [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-04082009-092235/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019