Exportar registro bibliográfico

Análise crítico-discursiva da prática de trabalhadores de saúde mental no contexto social da reforma psiquiátrica (2009)

  • Authors:
  • Autor USP: PINHO, LEANDRO BARBOSA DE - EERP
  • Unidade: EERP
  • Sigla do Departamento: ERP
  • Subjects: SAÚDE MENTAL; ENFERMAGEM; REFORMA DO SETOR SAÚDE; ANÁLISE DO DISCURSO
  • Language: Português
  • Abstract: No decorrer da história da humanidade, acompanha-se o nascimento de novos (e velhos) discursos sobre a loucura. Porém, foi na era moderna que o campo da saúde testemunhou o desenvolvimento de um discurso que se tornaria hegemônico, o qual via a loucura como doença mental. Para isso, desenvolveu-se instituições e instrumentos especializados de tratamento. Com o surgimento do movimento de reforma psiquiátrica, nos últimos 20 anos, procurou-se reorientar o saber e o fazer com relação à loucura, buscando romper com a visão altamente hospitalocêntrica do cuidado e direcionando a assistência para o contexto da comunidade. Por ser um movimento que porta, no seu interior, contradições inerentes ao seu caráter dialético, a mesma reforma que cria possibilidades de transformação do saber e da prática em saúde mental, corre o risco de cair na inércia, que mantém relações estreitas com modelos tradicionais antagônicos a ela. Nesse sentido, este estudo pretende analisar os discursos sobre a prática de trabalhadores de saúde mental no contexto social da reforma psiquiátrica. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa, na qual foram aplicadas entrevistas semi-estruturadas a 17 de 25 trabalhadores de saúde mental de um serviço substitutivo da cidade de Joinville/SC. O referencial teórico-filosófico deste estudo foi a análise crítica de discurso. A análise do corpus foi realizada com o desenvolvimento de um dispositivo chamado de diagrama axiológico-discursivo.Optou-se por analisar o corpus a partir de quatro eixos temáticos, a saber: representações sobre os usuários, as famílias, a prática dos trabalhadores e o serviço. Para cada uma delas, chegou-se aos seguintes discursos prototípicos, com suas respectivas combinações axiológicas: benevolência (não-negativo), distanciamento (negativo), incerteza (não-positivo) e inovação (positivo). A análise foi realizada através da ) interpretação das principais estruturas linguísticas que representassem cada discurso prototípico e cada dimensão axiológica identificada, orientada a partir das premissas do referencial teórico-filosófico escolhido. Espera-se que este estudo possa contribuir para o avanço das pesquisas de abordagem qualitativa na área da saúde e para refletir sobre o processo de consolidação da reforma psiquiátrica no contexto brasileiro
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.06.2009
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PINHO, Leandro Barbosa de; KANTORSKI, Luciane Prado. Análise crítico-discursiva da prática de trabalhadores de saúde mental no contexto social da reforma psiquiátrica. 2009.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-30062009-103643/ >.
    • APA

      Pinho, L. B. de, & Kantorski, L. P. (2009). Análise crítico-discursiva da prática de trabalhadores de saúde mental no contexto social da reforma psiquiátrica. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-30062009-103643/
    • NLM

      Pinho LB de, Kantorski LP. Análise crítico-discursiva da prática de trabalhadores de saúde mental no contexto social da reforma psiquiátrica [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-30062009-103643/
    • Vancouver

      Pinho LB de, Kantorski LP. Análise crítico-discursiva da prática de trabalhadores de saúde mental no contexto social da reforma psiquiátrica [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-30062009-103643/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021