Exportar registro bibliográfico

Estrutura das comunidades de larvas Trichoptera kirby 1813 (insecta) em riachos do Parque Estadual de Campos do Jordão, São Paulo, Brasil (2009)

  • Authors:
  • Autor USP: SPIES, MÁRCIA REGINA - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 592
  • Subjects: PARQUES ESTADUAIS; TRICHOPTERA
  • Language: Português
  • Abstract: Os objetivos deste trabalho foram: i) inventariar a fauna de Trichoptera do Parque Estadual Campos do Jordão (PECJ), São Paulo, com base em larvas e adultos; ii) analisar o uso de mesohábitats por larvas de Trichoptera em riachos no PECJ; iii) determinar qual escala (local ou regional) melhor prediz a estrutura de comunidades de larvas de Trichoptera; iv) identificar e quantificar a contribuição de variáveis ambientais explanatórias sobre os padrões de distribuição espaço-temporais de larvas de Trichoptera em riachos na Serra da Mantiqueira; v) testar a existência de sazonalidade na distribuição dos gêneros mais abundantes registrados. Foram registrados 41 gêneros de Trichoptera, pertencentes a 16 famílias, o que representa 62% dos gêneros e representantes de todas as famílias registradas no Brasil. A alta riqueza de Trichoptera registrada pode estar relacionada à pecularidade da Serra da Mantiqueira, que pode representar um relicto gondwânico. O uso diferencial de mesohábitats por larvas de Trichoptera, evidenciado por 66% dos gêneros registrados no PECJ, pode estar associado à pressão ecológica (especializações morfológicas, fisiológicas e comportamentais) e/ou a forças históricas e filogenéticas. O alto valor indicador de 43% dos gêneros revelou alta especificidade pelos mesohábitats relacionados, o que confirma este grupo como potencial indicador de alterações ambientais. Os resultados da análise de similaridade, bem como os testes de hipóteseindicaram que as comunidades de larvas de Trichoptera foram estruturadas segundo as características ambientais de escala local. Os fatores ambientais de maior escala, como aqueles ligados ao tamanho dos riachos ou as microbacias, não foram determinantes na estruturação da trichopterofauna, embora o tamanho dos riachos tenha figurado um preditor de riqueza de Trichoptera. A partilha da variância evidenciou que as variáveis puramente espaciais explicaram 53,9% da variância e que adicionais 10% foram explicados pela interação entre variáveis espaciais e temporais. Apenas 4,6% variância foi explicada puramente pelas variáveis temporais, enquanto que 31,5% permaneceram inexplicados. A ordenação canônica identificou que as variáveis físicas estruturais relacionadas à ordem hidrológica e a disponibilidade alimentar foram as principais variáveis explanatórias responsáveis pela estruturação espacial das comunidades de Trichoptera estudadas. A temperatura mínina foi a principal variável explanatória relacionada à estrutura temporal observada. A análise circular confirmou a baixa estruturação temporal nas comunidades de larvas de Trichoptera na Serra da Mantiqueira, já que os gêneros mais abundantes apresentaram fraca sazonalidade. Estes resultados indicam que a estrutura das comunidades de Trichoptera estudadas é principalmente explicada por fatores locais, mas a importância de variáveis regionais não pode ser descartada
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.04.2009

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SPIES, Marcia Regina; FROEHLICH, Claudio Gilberto. Estrutura das comunidades de larvas Trichoptera kirby 1813 (insecta) em riachos do Parque Estadual de Campos do Jordão, São Paulo, Brasil. 2009.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2009.
    • APA

      Spies, M. R., & Froehlich, C. G. (2009). Estrutura das comunidades de larvas Trichoptera kirby 1813 (insecta) em riachos do Parque Estadual de Campos do Jordão, São Paulo, Brasil. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Spies MR, Froehlich CG. Estrutura das comunidades de larvas Trichoptera kirby 1813 (insecta) em riachos do Parque Estadual de Campos do Jordão, São Paulo, Brasil. 2009 ;
    • Vancouver

      Spies MR, Froehlich CG. Estrutura das comunidades de larvas Trichoptera kirby 1813 (insecta) em riachos do Parque Estadual de Campos do Jordão, São Paulo, Brasil. 2009 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021